Lutas

Anderson Silva admite que possibilidade de parar com as lutas está próxima

Divulgação/Instagram Oficial Anderson Silva

Neste sábado (14), Anderson Silva volta aos ringues de boxe para mais uma luta na nobre arte, na qual enfrentará o também brasileiro Bruno Caveira, em Dubai (EAU), pelo Global Titans Fighting 3. Para os fãs, mais uma oportunidade de ver o ‘Spider’ em ação, mas também pode ser uma das últimas.

Em entrevista ao Combate, a lenda do UFC admitiu que já começa a ver as lutas ‘se afastando’ de suas prioridades em sua vida. Embora continue querendo mostrar seu talento e prosseguir lutando, Anderson também planeja em como seguir a vida sem ter que calçar luvas e enfrentar rivais, como empresário.

– Todo atleta de alto nível se cobra, mas estou em outro momento. A luta é uma coisa que amo muito e continuo amando. É algo que, enquanto eu tiver condições de fazer e enquanto Deus me abençoar com saúde e capacidade técnica para continuar treinando e poder lutar em alto nível, estarei fazendo. Mas minha vida já tomou outros rumos. Tenho que cuidar das minhas empresas, dos meus negócios tanto no Brasil como em Los Angeles. Aqui em Dubai também estou abrindo um negócio também. A luta é algo que vai se afastando – afirmou o ‘Spider’.

LEIA TAMBÉM

+ Dirigente do UFC explica polêmica sobre pesagem de Charles do Bronx

Mas enquanto a hora de parar de vez ou de diminuir o ritmo de suas presenças nos ringues não chega, a hora é de tentar dar mais um show para os fãs diante de Bruno Caveira. Anderson Silva elogiou o rival, com quem teve treinos no passado, e também exaltou a chance de poder lutar no mesmo card em que Floyd Mayweather fará luta contra Don Moore.

– O Bruno é um cara que eu tenho admiração muito grande. A gente já treinou junto lá na Team Nogueira durante alguns anos. É uma luta de exibição, mas vai ser legal tanto para ele como para mim. Os dois já sabem como funciona, fizemos muitos sparrings juntos e treinamos muitas vezes. Então, um conhece o jogo do outro e acredito que será um grande espetáculo – disse Anderson.

– O cara (Mayweather) é ímpar no que ele conseguiu criar dentro do boxe. Tenho muita admiração pelo trabalho dele e por tudo que ele criou dentro deste esporte, por tudo o que o Mayweather fez. É uma honra poder lutar no mesmo card que ele. Acredito que sejam poucos atletas que conseguem fazer essa transição para outra modalidade e ter esta oportunidade que estou tendo agora. Estar no mesmo card que o Floyd Mayweather é incrível! – completou o brasileiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top