Eliminatórias Copa do Mundo

Com Messi por 90 minutos, Argentina derrota a Venezuela e reassume vice-liderança das eliminatórias

Foto divulgação: AFA

A Argentina dominou totalmente a primeira etapa e criou as melhores chances durante todos os 45 minutos iniciais. Messi foi a fonte da maior parte das jogadas, que surgiam em maior quantidade pelo lado direito. Aos 21 minutos, De Paul acertou o travessão em grande jogada do camisa 10. Porém, mais do que as chances criadas pela Argentina, dois lances mudaram o primeiro tempo.

Aos 23 minutos, Velásquez caiu sozinho e se lesionou, Di María apareceu sozinho e teve tudo para abrir o placar, mas arriscou um passe de trivela e errou. Velásquez não pôde continuar e Adrián Martínez entrou no seu lugar. A mudança durou pouco, apenas cinco minutos mais tarde, Martínez fez falta dura em Messi, o árbitro deu vantagem e aplicou o amarelo, mas chamado pelo VAR, revisou o lance e mudou a punição para vermelho direto, sem contestação dos venezuelanos.

O jogo que já tinha total domínio da Argentina, que criava de minuto em minuto, ficou mais tranquilo. Mesmo assim, somente no último lance do primeiro tempo o placar foi aberto, com uma jogada iniciada por Di María, bom passe de Lo Celso e gol de Lautaro Martinez, tocando na saída do goleiro.

Na segunda etapa, mesmo com um a menos, a Vinotinto tentou se recuperar na partida e até assustou um pouco, em especial com Soteldo, mas a Argentina voltou a dominar o jogo, em especial depois das entradas de Ángel Correa e Joaquin Correa, que acabaram participando de todos os gols da etapa final.

No primeiro, aos 25 minutos, Joaquin Correa tabelou com Messi e Lautaro Martínez, recebeu dentro da área e finalizou rasteiro, no canto, ampliando a vantagem. Aos 29 minutos, Ángel Correa tabelou com Joaquin, Lautaro recebeu para finalizar, mas o goleiro fez boa defesa. No rebote, Ángel Correa fez o terceiro da Argentina.

No final do jogo a Venezuela esboçou uma reação, com o pênalti sofrido por Soteldo, marcado após chamado de revisão do VAR. O camisa 10 da Vinotinto guardou com classe, uma cavadinha sem peso e sem força, deslocando Emiliano Martínez e dando números finais ao marcador.

Com o placar praticamente definido, Scaloni promoveu diversas mudanças, mas deixou Messi em campo durante os 90 minutos. O camisa 10 era dúvida devido a sua forma física, mas, apesar de apanhar muito, aguentou bem a partida.

Vice-líder das eliminatórias, a Argentina chega a 15 pontos e agora enfrenta o Brasil, na Neo-Química Arena, no domingo (5). A Venezuela agora é lanterna e visita o Peru na próxima rodada no mesmo dia.

Unable to load Tweets

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top