São Paulo

Após 27 anos, São Paulo reencontra Sporting Cristal pela Libertadores visando firmar bom retrospecto

Após 27 anos, São Paulo reencontra Sporting Cristal pela Libertadores visando firmar bom retrospecto
Foto: divulgação são paulo fc

Nesta terça-feira (20), o São Paulo começará a dar os primeiro passos na Copa Libertadores enfrentando o Sporting Cristal após 27 anos, na capital peruana, às 21h30 (horário de Brasília).

As duas equipes já se enfrentaram quatro vezes na história e o confronto é totalmente positivo ao São Paulo. Foram três vitórias e um empate, sendo o primeiro confronto ocorrido há 62 anos atrás. Confira os confrontos:

Sporting Cristal 2 x 4 São Paulo – 1959 (amistoso)

Sporting Cristal 1 x 3 São Paulo – 1963 (amistoso)

São Paulo 3 x 1 Sporting Cristal – 1994 (Conmebol)

Sporting Cristal 0 x 0 São Paulo – 1994 (Conmebol)

O São Paulo foi campeão daquela edição de 94, eliminando o Corinthians na semifinal e depois venceu o Peñarol na final.

Mesmo com poucos confrontos e após tantos anos, o São Paulo tem um ótimo retrospecto contra a equipe peruana, com um aproveitamento de 83,3%.

Como chega o adversário?

O Clube Sporting Cristal defende o título peruano e é um dos mais populares do país. A equipe comandada por Roberto Mosquera, vem de uma ótima sequência no campeonato nacional: são quatros sendo quatro vitórias. Confira os últimos jogos do Sporting Cristal:

Binacional 0 x 4 Sporting Cristal

Sporting Cristal 1 x 0 Sport Boys Callao

Alianza Universidad 0 x 3 Sporting Cristal

Sporting Cristal 3 x 1 Deportivo Municipal

Líder do grupo B e também da tabela geral com 12 pontos ganhos, a equipe peruana chega muito bem para a estreia da competição, batendo de frente com a boa sequência do São Paulo de Hernán Crespo que também vem de quatro partidas com vitórias.

O treinador peruano também vem aderindo a ideia de colocar jogadores jovens durante a partida, rodando bastante o elenco.  O sistema de jogo de Mosquera é com esquema 4-3-3 com a característica forte na bola aérea longa, destaque para Horacio Calcaterra, na direita (camisa 7) e Martin Tavarra (camisa 25), caindo pelo lado esquerda que são perigosos nestas jogadas.

Marcos Riquelme, (centroavante) Omar Merlo (zagueiro) e Christopher Gonzales (meia atacante) são os artilheiros da equipe, todos com dois gols marcados. Corozo (centroavante) é outro jogador a se observar, sendo muito veloz e ágil.

Será mais uma missão das muitas que a equipe comandada por Hernán Crespo terá pela frente.

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top