Campeonato Brasileiro

Atuações ENM: Zaga do Fortaleza tem atuação desastrosa e falha feio em todos os gols do Bahia; veja notas

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Na noite deste sábado (04), o Fortaleza visitou o Bahia no estádio do Pituaçu para encerrar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro Série A 2021. Como resultado do confronto, vitória pelo placar de 4×2 para o time baiano. Em uma atuação desastrosa da zaga leonina, o Esquadrão se aproveitou e, com quatro gols de Rodallega, somou três pontos sobre o Tricolor do Pici, que descontou com Yago Pikachu e Matheus Vargas.

+ LEIA MAIS | Robson elogia Pikachu e Henríquez e celebra estatísticas no Fortaleza: ‘Ajudar meu time a sair vitorioso de grandes partidas’

O primeiro tempo da partida foi marcado por um jogo sem inspiração. O Fortaleza, porém, teve boa chance logo aos três minutos, mas Robson chutou para fora. Já no final da primeira etapa, em contra-ataque do Bahia, Jackson deu bote falho e abriu caminho para Rodallega inaugurar o marcador a favor dos donos da casa, que foram para o intervalo vencendo pelo placar mínimo.

Na segunda etapa, o Fortaleza viveu altos e baixos. Em dois lances seguidos, Rodallega contou com mais duas falhas e fez seu hat-trick na partida. Primeiramente, Marcelo Boeck tocou a bola no pé de Maycon Douglas, que rolou para o atacante marcar. Em seguida, Jackson e Titi bateram cabeça e Rodallega, mais uma vez, teve a bola oferecida para balançar as redes. Em contrapartida, com tentos de Yago Pikachu e Matheus Vargas, o Fortaleza renasceu no confronto e dava amostras de que buscaria o empate e, possivelmente, a virada. No entanto, Marcelo Boeck falhou mais uma vez e deu rebote de um chute fraco nos pés de Rodallega, que finalizou o duelo com incríveis quatro gols feitos.

+ Para saber tudo do Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebook e YouTube!

Destaques Positivos:

Yago Pikachu: O ala-direito do Fortaleza foi um dos poucos que teve atuação decente diante do Bahia. Pikachu ajudou defensivamente e, no ataque, tentou a construção de alguns lances. Fez, também, o primeiro gol do Leão do Pici no duelo.

Edinho: Cria do time cearense, Edinho, que era bastante pedido pela torcida do Fortaleza, entrou bem diante do Bahia. Com sua característica de velocidade, o baixinho deu trabalho para a zaga baiana e movimentou o jogo de maneira positiva para o Leão, além de buscar a criação de boas chances a favor do Tricolor do Pici.

Destaques Negativos:

Marcelo Boeck: O goleiro e ídolo do Fortaleza, que vinha em uma série de bons jogos, teve atuação desastrosa em Salvador. O arqueiro falhou de forma bisonha no segundo gol e, quando o confronto estava 3×2, momento em que o Leão do Pici crescia no duelo, Boeck falhou feio mais uma vez e matou as chances de reação do time cearense. Sem dúvidas, uma das piores partidas de Marcelo com a camisa do Tricolor de Aço.

Jackson: Outro que teve desastrosa atuação foi o zagueiro Jackson. Substituto de Marcelo Benevenuto, que contraiu o vírus da Covid-19, o atleta do Fortaleza falhou no primeiro gol do Bahia e, além disso, junto de Titi, foi mal no terceiro. Soma-se a isso a falta de segurança que o defensor passou à equipe durante os mais de 90 minutos.

Titi: O zagueiro do Fortaleza também não fez um bom jogo diante dos rivais baianos. Titi, juntamente de Jackson, falhou no terceiro gol e, da mesma forma que seu companheiro de zaga, não passou segurança ao time durante o confronto.

Robson: O atacante esteve em uma de suas noites ruins, onde toma diversas decisões erradas, as quais variam de passes a chutes e que prejudicam o Fortaleza nos confrontos. Além disso, desperdiçou uma boa chance logo no início do duelo, a qual poderia mudar os rumos da partida.

Romarinho: Titular diante do Bahia, Romarinho não conseguiu repetir as boas atuações dos jogos anteriores. O habilidoso atleta do Fortaleza foi caindo de produção dentro do confronto e, além disso, perdeu de maneira boba a bola no lance que originou o primeiro gol dos donos da casa.

Notas:

  • Marcelo Boeck: 2.5;
  • Tinga: 5.0;
  • Jackson: 3.0;
  • Titi: 3.5;
  • Yago Pikachu: 7.5;
  • Éderson: 5.5;
  • Matheus Jussa: 5.0;
  • Lucas Crispim: 5.0;
  • Romarinho: 4.5;
  • Robson: 4.0;
  • Ángelo Henríquez: 6.0;
  • David: 5.0;
  • Matheus Vargas: 6.0;
  • Lucas Lima: 5.5;
  • Wellington Paulista: 5.5;
  • Edinho: 6.5;
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top