Automobilismo

Avanço do coronavírus em Cingapura faz corrida da Fórmula 1, que seria em outubro, ser cancelada

Foto: Reprodução/Twitter @F1

Após os GPs do Canadá e da Turquia saírem do calendário de 2021 da Fórmula 1 por conta da pandemia do Coronavírus, o Grande Prêmio de Cingapura também não estará presente na temporada. A prova seria realizada no dia 3 de outubro, mas por conta do aumento de casos relacionados a Covid-19 no país nos últimos meses, aconteceu o cancelamento da etapa.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Será a segunda vez consecutiva que o GP de Fórmula 1 não acontece por conta do Coronavírus. O país sempre foi considerado um exemplo no controle da pandemia, mas registrou novos casos de infecção no mês passado, inclusive com a variante indiana do vírus. Em alerta, o governo cingapuriano impôs algumas restrições para conter a Covid-19.

Quem mais venceu o GP de Cingapura foi Sebastian Vettel, em cinco oportunidades, seguido de perto por Lewis Hamilton, vencedor da prova em quatro ocasiões. Nico Rosberg terminou em primeiro uma vez e Fernando Alonso duas, uma delas, em 2008, na primeira corrida no circuito de Marina Bay, quando seu companheiro de equipe de Renault, Nelsinho Piquet, bateu propositalmente para que o espanhol fosse favorecido.

A ideia do acidente foi do chefe de equipe da Renault, na época, Flavio Briatore, que propôs a situação ao brasileiro, que aceitou. Com o acidente, Fernando Alonso, que tinha largado nas últimas posições do grid, assumiu a liderança com a entrada do safety car e não perdeu mais a primeira colocação. Felipe Massa, que disputava o título com Lewis Hamilton, foi prejudicado pela farsa e por um erro da Ferrari, sua equipe na época, que se atrapalhou em seu pit stop.

Felipe Massa não pontuou na corrida, acabando entre os últimos colocados. Ao final do campeonato de 2008, o brasileiro perdeu o caneco para Lewis Hamilton por apenas um ponto, no que foi a última vez que um brasileiro disputou um título de Fórmula 1 até a última corrida.

Neste domingo (6), acontece o grande prêmio do Azerbaijão, a sexta etapa da temporada de Fórmula 1. Até este momento, Max Verstappen e a Red Bull Racing lideram o mundial de pilotos e construtores, respectivamente.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top