Lutas

Bellator: Douglas Lima é dominado por ucraniano e perde cinturão dos meio-médios

Yaroslav Amosov
Divulgação/Facebook Oficial Bellator

O Brasil ficou sem um de seus cinturões no Bellator. Douglas Lima foi ao cage da organização na última sexta-feira (11) para enfrentar o ucraniano Yaroslav Amosov para defender o título da categoria dos meio-médios. Mas acabou derrotado e perdendo o cinturão.

                 

Foi um completo domínio do ucraniano, que pouco deixou espaço para o brasileiro impor seu jogo. Como resultado, chegou a sua 26ª vitória em 26 lutas na carreira profissional no MMA e conseguiu sua maior conquista dentro da organização liderada por Scott Coker.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

A luta

Com presença de alguns fãs na Mohegan Sun Arena, o duelo principal do Bellator 260 se iniciou com o brasileiro tentando impor ritmo com chutes, mas logo Amosov conseguiu a queda e começou a se impor no chão durante a primeira parte da luta, sem deixar espaço para Douglas mostrar sua força.

No segundo round, a trocação se mostrou mais franca nos primeiros minutos até uma queda do ucraniano novamente fez a luta ir para o solo, onde o desafiante seguiu mostrando sua força.

O terceiro round foi mais renhido em termos de briga, com muitos chutes e pressão de ambos os lados. Mas o quarto round voltou a ser um ‘passeio’ de Amosov, que já buscou o takedown e o conseguiu. Mesmo com a torcida não gostando da luta e como ela se desenvolvia, o ucraniano dominava por cima e usava cotoveladas para minar Douglas Lima.

Amosov conseguiu frustrar o brasileiro no último round, mas o campeão foi capaz de tentar uma chave de braço no final do duelo, mas com o desafiante conseguindo se defender da finalização. No final, os juízes deram ao ucraniano a vitória e o cinturão da organização.

Além desta luta, o Bellator 260 teve também outras atrações, como a vitória de Jason Jackson sobre o veterano Paul Daley na decisão dos juízes e a finalização de Aaron Pico, uma das revelações da entidade, contra Aiden Lee.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo