Mais Esportes

Campinas vence Uberlândia por 3×2 e está nas semifinais da Superliga Masculina

Campinas - Superliga Masculina
foto: Publicação/Twitter@voleirenata

Na tarde desta terça-feira (16), o Vôlei Renata/Campinas venceu o Azulim/Gabarito/Uberlândia na partida de volta das quartas de final da Superliga Masculina 20/21. Em parciais de 25×21, 19×25, 17×25, 25×23 e 19×17, o time paulista avançou para as semifinais no Ginásio Sabiazinho em Minas Gerais.

O JOGO

O duelo foi disputadíssimo e começou bem equilibrado, sem grandes vantagens no marcador. Tanto a equipe campineira como o time de Uberlândia atacaram e erraram em números quase iguais, a diferença foi o entrosamento do Campinas. Além disso, a dificuldade nas viradas de bola e conclusão de ataques pelo time da casa complicou a situação. Nesse sentido, o time visitante não perdeu tempo e aproveitou a pressão sobre os sextos colocados na primeira fase da Superliga, que tinham que ganhar, para fechar o primeiro set em 25×21.

A história do segundo set foi completamente diferente. Com o saque encaixado e uma garra excepcional, a equipe mineira reagiu no jogo. Foram 15 pontos de ataque contra os 11 do primeiro set, e apesar de apenas um ponto de saque, o fundamento conseguiu complicar bastante a recepção do Campinas, que não funcionou. Isso refletiu no número de ataques dos terceiros colocados da competição que concluíram em apenas oito oportunidades, número baixo em comparação com os 15 pontos da primeira parcial. Por conta desses fatores, a reação do Uberlândia veio forte – o time chegou a abrir seis pontos no placar -, e venceu o set por 25×19.

A equipe campineira veio para a partida com desfalques importantes como o ponteiro Gabriel Vaccari. Isso influenciou diretamente a linha de passe da equipe, que foi ineficiente e resultou em complicações no ataque durante o terceiro set. Mais uma vez, a equipe comandada por Horacio Dileo optou por não alterar muito sua escalação em quadra e dependeu significativamente do oposto Leandro Vissotto, que atacou bem, mas não foi capaz de resolver tudo sozinho. A virada, então, ficou com o time da casa, que após um segundo set organizado, veio confiante e atropelou por 25×17 um dos times mais fortes do campeonato.

O quarto set foi marcado pela pressão em cima dos paulistas e muita tensão. O camisa 12, Matheus Silva (ponta), recebeu um cartão vermelho por reclamação para o time de Minas Gerais, o que implicou em um ponto para ao adversário. Já pelo lado de Campinas, a agressividade implementada no início do set surtiu efeito e o placar esteve distante em pontos em boa parte do set. O que pesou foi a falta de experiência e nervosismo do Uberlândia, que errou três vezes a partir do 20o ponto e perdeu o set por 25×23.

No tie-break era tudo ou nada para a equipe da casa. O cansaço bateu, mas eles não desistiram, foram guerreiros como nunca, mas isso não foi suficiente. A maestria de Vissotto ao marcar impressionantes 35 pontos na partida, lhe rendeu o troféu Viva Vôlei de melhor jogador em quadra, além de ter sido parte fundamental da vitória do time paulista fora de casa. Com esse resultado o Campinas está na semifinal e espera o resultado entre Taubaté e América-MG.

+ Notícias do vôlei

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top