Cruzeiro

Cruzeiro promove Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio nas redes sociais

Cruzeiro promove Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio nas redes sociais

10 de Setembro é a data oficial do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Nas redes sociais, o Cruzeiro apoiou a campanha, publicando imagens e textos que promovem a conscientização sobre a pauta.

As postagens, que trazem o número de telefone do Centro de Valorização da Vida (188), fazem alusão à cor e o símbolo (laço) do Setembro Amarelo, campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015.

Nota oficial do Cruzeiro

Confira a nota oficial publicada pelo Cruzeiro em seus perfis no Twitter e no Instagram:

“Mudamos as nossas cores para lembrar que estamos no Setembro Amarelo. E que hoje, dia 10/09, é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio no mundo. Só no Brasil, dados recentes apontam que 32 brasileiros morrem por dia, vítimas de suicídio. Se você conhece uma pessoa em situação de risco, se aproxime, converse e a acolha. As principais razões para um suicídio estão diretamente ligadas à saúde mental, agravadas pela pandemia. Quase 68% dos psiquiatras entrevistados para a pesquisa da ABP receberam pacientes novos durante a pandemia. Por isso, mais do que nunca, falar abertamente sobre o assunto e saber escutar quem está com algum problema é fundamental. A ONG de Valorização da Vida (Centro de Valorização da Vida) oferece suporte gratuito. Ligue 188, mande um e-mail ou os procure presencialmente. SAÚDE MENTAL NÃO PODE SER TABU! Pergunte para quem você ama: “Como vai você?”. Precisou de ajuda? Não pense duas vezes. Ligue 188!”.

História do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

Dia Mundial de Prevenção do Suicídio ocorre no dia 10 de setembro de cada ano a fim de promover empenho e ações globais para evitar suicídios. A campanha ocorre em todo o mundo desde 2003 e foi criada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top