Atlético-MG

Cuca e Sérgio Coelho vão a hospital visitar torcedor que luta contra câncer

O técnico Cuca deixou o Centro de Treinamentos do Atlético, nesta quarta-feira, para uma visita muito especial. Ele foi até um hospital de Belo Horizonte para encontrar o torcedor Felipe Silveira, que luta desde 2018 contra um câncer. O treinador atleticano ainda encontrou no local o Presidente do Galo, Sérgio Coelho, e o narrador esportivo Mário Henrique “Caixa”, da Rádio Itatiaia.

Felipe Silveira ficou conhecido nos últimos dias ao postar no Twitter sua história emocionante. Ele luta contra um câncer, mas ouviu dos médicos que seu tratamento não tem efeito mais e “somente um milagre” pode o curar.

“Hoje a notícia não foi das melhores. Mais estou bem e com coração em paz. Reuniram alguns médicos comigo e meus pais. O que foi tentado até aqui não foi eficaz, tentaram de tudo, mais infelizmente e com dor no coração, digo que possivelmente somente com milagre de Deus irei. Conhecer nossa casa @ArenaMRV. Perspectiva de vida minha são meses. Poucos meses. Meu corpo já está querendo descansar, apesar da cabeça está boa. Me dói saber que estarei deixando pessoas que amo, minha mãe, minha irmã e seu marido, minha noiva… Estarei em casa. Ainda verei jogos do Galo pra xingar, passar raiva, comemorar e sorrir. Por quanto tempo? Não sei, o tempo de Deus. Desculpe se eu não conseguir responder a todos, aqui no hospital é puxado, mais saibam que estarei lendo todos os comentários”, postou no Twitter.

A história de Felipe viralizou nas redes sociais e virou um dos assuntos mais comentados no Twitter, Instagram e Facebook. A hashtag #ForçaFelipe ficou entre as mais faladas da rede social.

A torcida do Atlético prepara para o próximo jogo um mosaico com o texto: #ForçaFelipe. O Galo também deve fazer alguma homenagem ao atleticano.

Cuca leva presente

Na manhã desta quarta-feira, Cuca foi até o hospital em que Felipe está e levou um presente: uma camisa do Atlético. Religioso, o treinador disse que acredita no milagre que Felipe precisa para sobreviver.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top