Cruzeiro

Em reencontro com o CRB, Cruzeiro busca se reerguer na Série B

Cruzeiro reencontra o CRB, no Mineirão, após a eliminação na Copa do Brasil Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
— Continua depois da publicidade —

 POR JÉSSICA MAYARA E MATHEUS RIBEIRO

Doze dias depois da eliminação na Copa do Brasil para o CRB, o Cruzeiro reencontrará o time de Maceió, nesta segunda-feira (7), no Mineirão, às 20h, em confronto válido pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A Raposa entra em campo precisando vencer para se reerguer na competição e, também, se livrar da zona de rebaixamento, já que com os resultados iniciais da atual rodada, o time celeste começa a partida na 17ª posição na tabela, com apenas quatro pontos. 

Isso porque, após a vitória do Guarani diante do Operário, por 2 a 1, o clube paulista colocou a Raposa no Z4 da Série B, aumentando a pressão celeste para voltar a vencer no campeonato, visto que o time mineiro não vence a quatro rodadas na segunda divisão. Já o CRB, chega à capital mineira em busca de manter a invencibilidade das últimas partidas, haja vista que sua última derrota foi na primeira rodada do campeonato para o Juventude, por 2 a 1. 

COM FORÇA MÁXIMA 

Diferentemente do último confronto entre as duas equipes, o Cruzeiro vem com força máxima para o duelo contra o CRB. Na ocasião da desclassificação celeste, a Raposa não contava com oito de seus jogadores à disposição de Enderson Moreira, por problemas médicos e/ou impedimento de atuação pelas regras da CBF para a disputa da Copa do Brasil – alguns atletas já haviam estado em campo por outro time na competição. 

Agora, com quase todos os jogadores do elenco a disposição do técnico, o time estrelado deve entra em campo com força máxima. Contando com os desfalques de Stênio e Dedé, em função de ambos estarem indisponíveis por questões físicas, lesão no ombro e no joelho, respectivamente, o Cruzeiro deve dar início ao confronto com a seguinte escalação: Fábio; Raúl Cáceres, Léo, Cacá e Matheus Pereira; Henrique e Jadsom; Airton, Régis e Arthur Caíke; Marcelo Moreno. 

VANTAGEM MINEIRA 

Apesar da eliminação do Cruzeiro para o CRB na Copa do Brasil, com uma derrota – a única para sofrida pelo time celeste diante do adversário –, no jogo de ida, no Mineirão, por 2 a 0, e um empate em 1 a 1, no Estádio Rei Pelé, o Cruzeiro leva vantagem no que diz respeito ao histórico do confronto entre as duas equipes. Em oito partidas disputadas, a Raposa levou a melhor em quatro delas. Três dos oito jogos acabaram em empate. Com dez gols marcados, a equipe estrelada sofreu apenas cinco tentos. 

No entanto, no Mineirão, palco do duelo desta segunda-feira, o mandante, Cruzeiro, nunca venceu o CRB, adversário da então partida. Foram duas partidas disputadas no “Gigante da Pampulha”, com um empate, por 0 a 0, em 1980, e uma derrota, por 2 a 0, em março deste ano. A Raposa, também, nunca balançou as redes no estádio. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo