Futebol americano

Favoritos da NFC pavimentam caminho tranquilo para vagas nos playoffs

Corey Sipkin/Seattle Seahawks

Estamos nas portas da semana 13 da NFL e algumas metas da temporada começam a serem definidas. A partir de domingo, 6, os jogos passam a serem ainda mais decisivos e um triunfo pode determinar a classificação, ou não, para os playoffs. Na NFC, a situação parece ser decidida até as últimas rodadas com os principais candidatos ainda sem conseguirem um desempenho de destaque como na conferência ao lado.

NFC EQUILIBRADA E DIVISÃO LESTE AO RELENTO

NFC LESTE

A divisão mais estranha e que provoca sentimentos adversos nos torcedores. Com quatro equipes com desempenhos de times que brigariam pelas últimas posições, as franquias estarão vivas até as últimas rodadas. Até antes da semana 13, os Giants (4-7) estão na liderança empatados com Washington, mas uma vitória a mais como visitante coloca Nova York na ponta. Até o fim da temporada, Seahawks, Cardinals, Browns, Ravens e Cowboys serão os adversários do time que não deve ter o quarterback titular Daniel Jones.

Por outro lado, o time da capital estadunidense vai sobrevivendo com Alex Smith como quarterback e cresceu de produção nos últimos jogos. O problema é uma sequência de jogos difíceis diante de Steelers, 49ers, Seahawks, Panthers e Eagles. Por falar na franquia de Philadelphia, a continuidade de Carson Wentz começa a ser debatida após um desempenho ruim durante toda a temporada. Contra Packers, Saints, Cardinals, Cowboys e Washington, o jogador terá a oportunidade de afastar a má fase e conduzir o time até o título da NFC Leste. Na lanterna, Dallas começou bem, mas a lesão de Dak Prescott prejudicou um bom ano da franquia, mas nada está perdido pois uma vitória pode mudar tudo no Leste. Para isso, os comandados de Mike McCarthy enfrentarão Ravens, Bengals, 49ers, Eagles e Giants.

NFC NORTE

Assim como nos últimos anos, os Packers (8-3) caminham a passos largos para mais um título de divisão. Com uma tabela tranquila pela frente contra Eagles, Lions, Panthers, Titans e Bears, a franquia de Green Bay deve confirmar o favoritismo com tranquilidade. Logo em seguida, os Vikings (5-6) cresceram de rendimento nos últimos jogos, mas sabem que ainda estão longe de alcançar uma vaga devido a grande concorrência. Apesar disto, Minnesota confia que contra Jaguars, Buccaneers, Chicago, Saints e Detroit, Kirk Cousins pode conduzir a franquia para um bom final de 2020.

Corey Wilson/Packers.com

Depois de um bom início, os Bears (5-6) perderam fôlego e emendaram cinco derrotas consecutivas. Com isso, a equipe que chegou a brigar de igual com Green Bay acabou perdendo espaço pelo wildcard. Apesar disto, Chicago terá Lions, Texans, Vikings, Jaguars e Packers para mudar a história da franquia. Em Detroit, a demissão de Matt Patricia no meio da temporada dá uma demonstração de como está o time neste ano e a lanterna da divisão norte parece trazer resultados ainda mais drásticos para a equipe que ainda jogará diante Chicago, Green Bay, Tennessee, Tampa Bay e Minnesota.

NFC SUL

Uma das divisões mais acirradas da NFC é a Sul com Saints (9-2) e Buccaneers (7-5) brigando pelo título. Para New Orleans, a franquia vem conseguindo superar a ausência de Drew Brees e tem oito triunfos consecutivos. Com a vantagem no confronto direto para os rivais, o time de Sean Payton ainda tem Falcons, Eagles, Chiefs, Vikings e Panthers até o final da temporada regular. Em segundo lugar, Tampa Bay vive um grande momento de instabilidade e as duas derrotas seguidas colocam um ponto de interrogação na longevidade do time em 2020. Apesar disso, ter o forte ataque de Tom Brady com uma das melhores defesas da NFL podem trazer resultados positivos para a franquia contra Minnesota, Atlanta, Detroit e Falcons.

Divulgação/Tampa Bay Buccaneers

Nas duas últimas posições, Falcons (4-7) e Panthers (4-8) já sabem que dificilmente brigarão por algo a mais nesta temporada. Com poucos jogos em disputa, os dois lados sabem que ficaram devendo em 2020 tanto no ataque quanto na defesa e que podem chegar para o novo ano reformulados pois as bases já mostraram que podem render. Para Atlanta, a franquia enfrentará Saints, Chargers, Buccaneers, Chiefs e novamente Tampa. A franquia de Carolina terá uma campanha mais balanceada até o fim diante de Denver, Green Bay, Washington, New Orleans.

NFC OESTE

No início da temporada, os Seahawks (8-3) pareciam que iriam faturar a divisão sem tantos problemas. No entanto, as derrotas fizeram com que a franquia passasse por um momento turbulento e tivesse o posto ameaçado por quase todos os rivais. Com duas vitórias consecutivas, Seattle se prepara para enfrentar Giants, Jets, Washington, Rams e 49ers. Neste momento, Los Angeles (7-4) é a principal ameaça, mas também precisa afastar a oscilação do ataque do time. Mesmo assim, os comandados de Sean McVay terão pela frente os Cardinals, Patriots, Jets, Seahawks e Cardinals.

Na sequência, os Cardinals (6-5) apareceu como uma das forças da divisão, mas acabou perdendo espaço com as duas derrotas seguidas. Apesar disto, o time confia em Kyler Murray para brigar por uma vaga até como líder da divisão. Nas próximas semanas, a franquia enfrentará Rams, Giants, Eagles, 49ers e Los Angeles. Já San Francisco (5-6) viu as lesões dizimarem a equipe e deixar apenas jogadores da segunda linha para a equipe tentar um bom desempenho em 2020. Mesmo assim, o time tem resistido e conseguido vitórias importantes como contra os rivais de LA. Até o fim da temporada regular, os comandados de Kyle Shanahan terão jogos contra Buffalo, Washington, Dallas, Arizona e Seattle.

Palpite ENM

Campeões das divisões: Washington Football Team, Green Bay Packers, New Orleans Saints e Seattle Seahawks.

Wildcard: Tampa Bay Buccaneers, Los Angeles Rams e Arizona Cardinals

Siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top