Futebol americano

Los Angeles Rams vence o Seattle Seahawks em jogo de divisão e segue forte na briga pela NFC Oeste

Rams Seahawks
Brevin Townsell/Rams

Numa partida que começou muito dominada pelas defesas, com apenas dez pontos anotados no primeiro tempo, Matthew Stafford fez a diferença no segundo tempo e conduziu a equipe de Los Angeles para uma vitória de 26×17, no Lumen Field. A lesão de Russell Wilson no final do terceiro período também afetou o resultado, mas Geno Smith, seu substituto, foi muito bem na partida.

As três primeiras campanhas ofensivas terminaram em punt sendo duas dos Rams e uma dos Seahawks. Na campanha seguinte, Seattle conseguiu avançar pelo campo, mas numa quarta descida para duas jardas, Aaron Donald parou Alex Collins e interrompeu o ataque. Matthew Stafford voltou para o campo e o ataque dos Rams fluiu pela primeira vez na partida. Depois de boas corridas do running back Darrell Henderson e uma bela recepção de Robert Woods, o time já estava na linha de oito jardas. Na segunda para o TD, pane mental no quarterback. Stafford sai do pocket, mas errou o passe e mandou a bola nas mãos do seu ex-companheiro de Detroit Lions, Quandre Diggs. Interceptação na end zone e o jogo permanecia sem pontuação.

Russell Wilson voltou para o campo depois do turnover dos Rams, mas ficou pouco tempo por lá. Depois de Seattle conquistar uma primeira descida, Jalen Ramsey desviou um passe e o LB Troy Reeder interceptou a jogada. Pouco mais de dois minutos depois e o ataque da equipe da Califórnia voltava para o campo, mas essa campanha também não deu em nada e eles chutaram o punt após três jogadas.

Faltavam dez minutos para acabar o primeiro tempo e o jogo seguia zero a zero. Até que Russell Wilson arriscou uma bomba com Tyler Lockett. O passe foi incompleto, mas os árbitros marcaram interferência no passe e isso deixou o ataque de Seattle praticamente na Red Zone. E ai a conexão com DK Metcalf na End Zone apareceu, com um belo passe de dezenove jardas para anotar o primeiro Touchdown da partida.

Na campanha seguinte, a conexão Stafford e Woods começou a aparecer de fato no jogo e o ataque dos Rams progrediu bem pelo campo para anotar um Field Goal de trinta e uma jardas com Matt Gay. O kicker de Seattle ainda perdeu um chute de trinta e cinco jardas numa campanha relâmpago antes do final do primeiro tempo.

O segundo tempo foi totalmente diferente, mesmo que a primeira campanha tenha começado num punt de Seattle. O Los Angeles Rams começou com tudo, forçando os Seahawks a devolverem a bola e anotando TD nas duas primeiras campanhas. No primeiro, a jogada principal foi uma recepção de Desean Jackson para sessenta e oito jardas e culminou numa corrida de Henderson. O segundo foi marcado pelas duas recepções seguidas de vinte jardas de Robert Woods. O wide receiver foi dominante na partida de hoje, com doze recepções e 150 jardas. Matthew Stafford passou para Tyler Higbee e deixou o jogo 16×7 para os Rams. Na campanha seguinte veio a lesão no dedo de Wilson. A defesa de Seattle conseguiu parar o ataque adversário numa importante terceira descida e deu a chance de Geno Smith tentar virar o jogo.

O quarterback reserva não conseguiu a vitória, mas foi muito bem na partida. Conduziu uma campanha de noventa e oito jardas para deixar o jogo numa diferença de apenas dois pontos, mas Stafford estava impossível no segundo tempo. Logo após o TD de Seattle, ele conectou passes com seus dois grandes wrs e já estava na beira da end zone, e só precisou entregar para Sony Michel garantir os pontos no placar.

Geno Smith até conseguiu levar o ataque para mais um FG convertido por Jason Myers, e a defesa forçou o punt. A diferença era de apenas seis pontos com mais de dois minutos no relógio para o QB de Seattle. No primeiro passe da campanha, Tyler Lockett caiu na rota, Smith fez o passe mesmo assim e acabou interceptado pelo safety Nick Scott, o que sacramentou a vitória para a equipe da Califórnia.

Matt Gay ainda chutou um Field Goal e finalizou o placar em 26×17. Essa vitória é muito importante para os Rams, que seguem na caça de Arizona, mesmo depois de perderem o confronto direto na semana passada. O time visita o New York Giants na próxima semana e segue sendo um dos melhores times da liga. Seattle, por sua vez, se vê com uma campanha negativa de 2-3 e vai se distanciando dos melhores times da sua divisão. A equipe visita o Pittsburgh Steelers na próxima semana e precisa de uma rápida recuperação se quiser ir para os Playoffs.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top