Copa do Brasil

‘Miguel é o nosso treinador’, diz presidente do Internacional após eliminação na Copa do Brasil

REPRODUÇÃO/INTERNACIONAL

A derrota do Internacional para o Vitória, por 3×1, trouxe novamente questionamentos sobre a demissão ou não de Miguel Angel Ramirez. O Presidente Alessandro Barcellos, em coletiva pós jogo, garantiu que o treinador segue no comando técnico da equipe.

“Miguel é o nosso treinador. Está em uma circunstância que o impede de estar conosco. Ele é técnico contratado por nos”, disse o presidente Barcellos.

Ainda que mantenha Ramirez no comando, Barcellos entende que é necessário avaliar o projeto e entender que pontos são necessários ajustar para o restante da temporada. Questionado sobre se, após a reunião de avaliação, existia a possibilidade de troca do treinador, o presidente não deu uma resposta acertiva.

“O jogo terminou faz pouco tempo. Temos que olhar pra dentro e construir soluções. A nossa ideia é reunir o departamento de futebol e o conselho de gestão para tomar uma decisão rápida (…) Hoje temos a convicção que uma avaliação é necessária. Se eu disser que está tudo bem, seria uma hipocrisia. Óbvio que precisamos avaliar e trocar rumos. Estamos falando de um clube Gigante”, disse Alessandro.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Pela eliminação dessa noite e os últimos resutaltados, Barcellos divide o peso das criticas com o treinador e jogadores. O presidente coloca na gestão parte da culpa pela falta de sucesso da equipe.

“Responsabilidade é da direção. Não planejamos estar aqui falando após uma eliminação. Esperávamos situações melhores do que essa hoje (…) Direção, comissão e jogadores. Sentamos para preparar para esse jogo. O fato é de que o trabalho nao está engrenando como a gente tinha planejado”, afirma o presidente

Taison defende Ramirez: ‘A culpa não é só do Mister’

O atleta foi quem abriu a coletiva. Taison pediu para falar antes do presidente, representando os Jogadores, e defendeu o treinador Miguel Angel Ramirez.

‘A culpa não é só do Mister. A gente entra em campo, as coisas não acontecem e a culpa cai nele. Todo mundo é culpado. Precisamos ter uma autocrítica. Cabeça inchada. Tá difícil. Sei que vai ser foda amanhã. Temos que virar a página”, disse Taison.

Questionado se há um problema de entendimento da filosofia de trabalho do treinador, o atleta afirma que não há problema de comunicação, além de criticar uma busca por culpados.

“Nao teve problema de entendimento. Não é o esquema. Não é o Ramirez. Quando a gente perde, se acha um culpado. Temos que parar com isso”, defendeu Taison.

Por fim, além de Ramirez, Taison defendeu o zagueiro Pedro Henrique, expulso pela segunda vez em uma semana, e afirmou que o pensamento da equipe deve estar no próximo jogo.

“Temos que ajudar o Pedro. É um menino. Foi expulso novamente. Se eu tiver que colocar a cara pra bater. Não sou de marketing. Temos que pensar no Bahia”.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top