Santos

‘Sai Zica’, conheça a torcedora que demonstrou apoio ao elenco do Santos jogando sal grosso na Vila

Divulgação/ Arquivo Pessoal

O início da temporada de 2021 para o Santos começou turbulento, com perdas de jogadores fundamentais, resultados ruins e até a troca precoce de treinador.

Com uma campanha ruim no Campeonato Paulista, o Peixe chegou a ser ameaçado de rebaixamento até a última rodada da primeira fase, mas após a vitória diante do São Bento, a equipe escapou definitivamente. Na Conmebol Libertadores, o Alvinegro perdeu dois jogos e venceu apenas um. Mesmo assim, continua na briga pela classificação.

Devido a má fase santista neste período, a torcedora do Peixe, Jeane Santos, de 32 anos, foi até os arredores do estádio da Vila Belmiro e com a utilização de sal grosso, idealizou as frases “Sai Zica e Reage Santos“. O objetivo do apoio, deu certo. O fato, causou imensa repercussão entre a torcida alvinegra.

O Esporte News Mundo conversou com a santista e com leveza e paixão pelo clube, respondeu detalhadamente a sua ação e falou sobre o momento atual do clube praiano.

A torcedora revelou como apareceu a ideia de realizar os incentivos com o sal grosso. Por coincidência, a fase do Peixe não era muito boa.

Começou em 2018, o Santos estava em uma má fase. Inclusive quem estava no comando era o técnico Cuca. Eu vi que o pessoal jogou sal grosso. Depois, o time mudou completamente e deu certo” – disse

Além disso, detalhou que não tem superstições, porém, quando o assunto é o Santos, comentou que faz algumas manias em cada partida.

Eu não tenho superstição com outras coisas, mas quando é com Santos, eu tenho mil e uma superstições. Inclusive, coloco as camisas diferentes, quando eu vou para outros locais para acompanhar aos jogos para assistir” – abordou

A mensagem com o sal grosso, voltou ao ano passado, quando novamente, a equipe de Cuca não passava por um bom momento e, depois de realizar o apoio, deu certo e a equipe começou a deslanchar na temporada. No Campeonato Paulista e na Libertadores, Jeane fez novamente, devido aos pedidos de outros torcedores.

Em 2020, o Santos sob o comando do Cuca novamente não tava muito bem. Estava perdendo bastante e não estava em uma fase não muito legal. Estava bem preocupante e, foi eu e um amigo, fomos até a Vila (Belmiro) e compramos sal grosso e fomos para lá e jogamos. Depois, o time começou a ganhar as partidas e mostrar resultado. Aí em 2021, devido a repercussão do ano passado, muitas pessoas pediram para levar o sal grosso“- falou

Apesar de toda a manifestação positiva em prol do clube, Jeane afirma que não é somente o sal grosso que dá uma injeção de ânimo no ambiente. Mas, o apoio incondicional do torcedor que neste momento não pode estar na arquibancada.

“Eu acredito que não é a matéria do sal grosso que vai mudar alguma coisa e sim mais do significado. Nós (torcedores), não podemos ficar na arquibancada para realizar um forte apoio ao time. A gente que vive o Santos, é muito difícil estar mais de um ano afastado dos estádios, sem poder ajudar nada no jogo, porque querendo ou não a torcida ajuda bastante. Então, foi a maneira que encontrei de passar algum tipo de mensagem para eles”– disse

Divulgação/Arquivo Pessoal

Na semana passada, Jeane comentou como foi a sua reação durante o dia que realizou a mensagem e afirmou que ficou entusiasmada com o desfecho positivo.

Então, deixei (a mensagem) neste dia. Eu quase fui atropelada pela polícia. Quando eu voltei para casa e assisti ao jogo em casa, confesso que fiquei com muito medo. Porém, a gente fica com pé atrás, mas, quando o time fez, um, dois, três, quatro e cinco. Fiquei entusiasmada e foi por que deu tudo certo”– reiterou a vendedora.

Antes da partida contra o São Bento, a santista falou que sentiu na obrigação de levar o sal grosso, com objetivo de reforçar o apoio ao clube. Ela, nos revelou, que nunca imaginou que iria passar por um momento tão difícil na história de seu time de coração.

No jogo contra o São Bento estava me sentindo na obrigação de levar (o sal grosso) porque era uma situação que a gente nunca viveu. Como santista, nunca esperei viver com o Santos em uma situação de rebaixamento. Para mim, era surreal se você me falasse isso no começo desse ano, que o Santos brigaria para não cair e tinha o objetivo de se livrar do rebaixamento no último jogo, não acreditaria. Mas ontem, foi um jogo bem difícil e, com uma sensação diferente, mas graças a Deus fui lá e a fiz a frase com o sal grosso e deu certo novamente” – indagou Jeane.

A alvinegra, esclarece que o atual momento da agremiação, é uma consequência da última gestão do ex-presidente José Carlos Peres, por isso, os torcedores conviveram com um momento conturbado.

Eu acredito que o momento que estamos vivendo hoje, seja reflexo da última gestão do ex-presidente José Carlos Peres que infelizmente foi o pior presidente da história. Estamos vivendo respingos dessa gestão. Por que a gente vive no momento conturbado!”– criticou

Confira outras trechos do bate papo com a torcedora santista:

Vendas de atletas importantes e mais críticas a gestão anterior

O Santos não estava podendo contratar, só tivemos jogadores indo embora. Soteldo foi embora, perdemos o (Lucas) Veríssimo, (Diego) Pituca (vendidos). Convivemos com jogadores machucados e não tinha ninguém para repor. Aliás, não contratamos ninguém para substituir os atletas. E fez diferença, prejudicou bastante o atual momento do Santos. Com toda a culpa desta política antiga que as pessoas exercem dentro do clube. Sendo assim, é o reflexo dela (gestão antiga) que tudo começou a dar errado”– analisou

Parcela de culpa aos jogadores

Os jogadores tem uma parcela de culpa, porque eles estão recebendo do Santos. Quando se veste a camisa, o jogador tem que entender que é o manto do maior time da terra. Ter a noção disso que é difícil ( para o atleta jogar no clube). Houve uma reação do Santos contra o Palmeiras. Jogou bem o clássico e infelizmente o resultado não veio, mas quando vejo o time em campo, percebo que a equipe está melhorando nas partidas. E isso, traz um alívio para gente torcedor”– relembrou

Nova mensagem com o sal grosso?

Vou continuar jogando o sal grosso quando Santos precisar. Caso, estiver em uma situação ruim, vou fazer o procedimento, porque até o momento, em todas as vezes que realizei, deu certo, então que continue desse jeito “- enfatizou

Fernando Diniz

Então você bem sincera, o Fernando Diniz não era o nome que eu queria, mas agora já tá feito. O que resta agora é torcer para que ele faça um bom trabalho“- comentou

Novas contratações e o jogo contra o Boca Juniors

Agora que derrubou o bloqueio (tranfer ban) da Fifa, o clube necessita realizar novas contratações, principalmente na zaga. Sinceramente, não vai ser fácil, mas fico na expectativa que consiga essa classificação na Libertadores. Espero que o Santos, consiga uma vitória amanhã (terça-feira), diante do Boca Juniors, aqui na Vila Belmiro. Caso vença, vai ser superimportante até porque o Boca perdeu o último jogo. Então, o Santos ficaria com seis pontos no grupo e mantêm vivo na briga pela classificação“- revelou esperançosa.

Restante da temporada de 2021

Ainda este ano, tem a Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Espero que o Santos consiga comemorar um título, porque faz muitos anos que a gente não sabe o que é isso“- concluiu a torcedora santista.

Quer saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo pelo Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top