Santos

Santos: Peres ainda deve emissão de documento referente à segunda parcela da venda de Rodrygo

Rodrygo foi vendido ao Real Madrid (Ivan Storti/Santos)
— Continua depois da publicidade —

Afastado da presidência do Santos, José Carlos Peres ainda não emitiu a documentação referente à segunda parcela da venda de Rodrygo ao Real Madrid-ESP, em 2018, segundo apurou o Esporte News Mundo. O Peixe receberia o valor de R$ 20 milhões e o restante da quantia em parcelas no ano passado.

O segundo parecer da venda de Rodrygo deveria ser enviado até o início deste ano, mas isso não ocorreu e sequer houve alguma justificativa por parte da gestão de José Carlos Peres.

O Santos até montou uma comissão para acompanhar a venda e enviar os relatórios ao Conselho Deliberativo: Rodrigo Marino, Ivan Jardim Arienti, José Augusto Faia Conrado, José Geraldo Gomes Barbosa eram os integrantes. O primeiro, inclusive, é pré-candidato à presidência do Peixe para 2021.

“Já referente à segunda parcela dos valores que entraram em 2019, o clube jamais mandou documentos para que possamos elaborar qualquer relatório e apresentar no Conselho”, afirmou Ivan em exclusividade ao ENM.

Peres foi afastado de seu cargo no Santos. Em votação realizada na última segunda-feira, na Vila Belmiro, membros do Conselho Deliberativo do clube decidiram, por ampla maioria, pela abertura do processo de impeachment do dirigente. Orlando Rollo assume.

Rollo estava sem função no clube após a primeira votação do Impeachment de Peres, em 2018. Antes, o mesmo era responsável pelas portarias de segurança, futebol feminino e esportes olímpicos.

Para saber tudo sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top