Futebol Internacional

Uefa exige mudança de uniforme da Ucrânia, após pressão da Rússia

Vitalii Kliuiev via Imago Images

Às vésperas do início da Eurocopa, a competição vive um confronto diplomático após reclamações da Rússia. Nesta quinta-feira (10), a Uefa determinou uma modificação no uniforme da Ucrânia por interpretar “política” a frase “Glória aos heróis” denunciada pelos russos.

— Após uma análise mais profunda, o slogan presente na gola da camisa ucraniana é claramente de natureza política e, portanto, deve ser retirado (…) em vista das partidas de competição da Uefa — informou a entidade.

O governo russo foi muito critico e duro ao uniforme lançado no último domingo (06): “Sejam heróis esportivos e terão a glória, é assim e não com slogans nacionalistas que honrarão a pátria” – reagiu Maria Zakharova, porta-voz do ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

A Federação Ucraniana afirmou a agência de notícias AFP que estava em negociações para manter o slogan na camisa, e que a Uefa havia aprovado com antecedência o uniforme e todos os seus elementos, incluindo a frase ‘Glória aos heróis’.

No entanto, a Uefa acabou não atendendo todos os pedidos da Rússia. A entidade acabou validando o contorno do mapa da Ucrânia que aparece na camisa, que inclui a Crimeia. Assim como territórios do leste, controlados por separatistas pró-Rússia, recordando que a forma corresponde às fronteiras do país reconhecidas internacionalmente.

— Esta combinação específica de dois slogans é considerada claramente de natureza política, com um significado histórico e militarista — disse a Uefa após a retirada “Glória aos heróis”.

Os russos associam as frases a grupos nacionalistas da Segunda Guerra Mundial que lutaram contra os soviéticos, e fizeram uma reclamação à Uefa.

A Ucrânia, que tem como técnico o ex-jogador Andriy Shevchenko, joga sua primeira partida da Euro 2020 contra a Holanda em 13 de junho, em Amsterdã, depois enfrenta a Áustria e a Macedônia do Norte no Grupo C. A Rússia estreia diante da Bélgica em São Petersburgo, em 12 de junho, depois encara a Dinamarca e a Finlândia no Grupo B. Ucrânia e Rússia não podem se enfrentar antes das quartas de final dados os cruzamentos das chaves.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top