Lutas

UFC 267: Glover Teixeira finaliza Blachowicz e entra para história com cinturão

Divulgação/Instagram Oficial UFC

Abu Dhabi recebeu o octógono mais famoso do mundo neste sábado, com a realização do UFC 267, com duas disputas de cinturão, um delas envolvendo o brasileiro Glover Teixeira.

E o brasileiro conseguiu fazer história no UFC. O mineiro de Sobrália dominou as ações da luta desde o começo e usou muito bem as quedas para intimidar o rival. No segundo round, após outra derrubada, não teve problemas para finalizar Blachowicz e se tornar o campeão dos meio-pesados e o mais velho lutador do país a conquistar o cinturão.

A luta

O combate começou com algum estudo e Glover procurando a queda até consegui-la. Blachowicz buscava travar o brasileiro, que investia no ground and pound para destravar o jogo defensivo do polonês, que não permitia ao desafiante a abertura para impor mais contundência.

A guarda fechada do campeão impediu maiores avanços de Glover, mas o brasileiro era quem tinha maior controle do primeiro round. No segundo round, o brasileiro logo foi ao ataque e insistiu nas quedas até conseguir derrubar Blachowicz, antes conseguindo dar um bom soco no polonês.

Quando a queda se concretizou, Glover foi para as costas e não demorou para encaixar a finalização, fazer o polonês bater e conseguir um feito histórico para o Brasil: se tornar o campeão mais velho do país pelo UFC (42 anos) e dar mais um título para o país.

LEIA MAIS

+ UFC: Jennifer Maia fala da preparação da luta contra Katlyn Chookagina

Petr Yan domina Sandhagen e vence cinturão interino dos galos

A co-luta principal do UFC 267 teve cinturão em jogo, só que interino. Petr Yan e Cory Sandhagen se enfrentaram pelo título interino dos galos, já que o campeão, Aljamain Sterling, se lesionou e não pode encarar o russo.

A luta começou com Yan estudando mais o rival e o americano tentando ir para a pressão e criando mais chances para encaixar seus golpes. A toada seguiu no segundo round, na qual o russo foi para cima, mas ainda sem criar golpes contundentes.

No terceiro round, o equilíbrio se tornou mais forte, com os dois lutadores criando chances e buscando a pressão pela vitória. O primeiro bom momento do combate se deu quando Yan conseguiu knockdown em cima de Sandhagen, que conseguiu sobreviver às investidas do rival.

Logo, o ex-campeão da divisão começou a se impor e a bater forte em cima de Sandhagen na trocação, com o rival respondendo mas perdendo a força. O round final se tornou ainda mais acirrado, com Yan obtendo a vantagem na precisão dos golpes que lhe deram a vitória e o cinturão interino.

Igual ao ‘chefe’

Islam Makhachev mais uma vez mostrou o porquê de ser considerado o sucessor de Khabib Nurmagomedov, de quem é colega de treinos. O russo encarou o neozelandês Dan Hooker numa das lutas mais aguardadas do UFC 267.

Fiel ao estilo de luta de seu colega e sua equipe, bastou quedar o ‘Hangman’ para que a luta começasse a se tornar favorável a seus interesses. Sempre dominante por cima, Makhachev bateu, buscou a posição e encaixou a kimura no primeiro round para faturar a vitória e ficar mais perto de cumprir o desejo do ‘chefe’ de lutar pelo cinturão dos leves.

A fera voltou!

Após uma longa pausa, Khamzat Chimaev voltou ao UFC para enfrentar o chinês Li Jingliang. E quem duvidava que o russo radicado na Chechênia teria algum sofrimento por ficar tanto tempo longe das lutas, se enganou.

Fiel ao estilo de partir para cima sem qualquer medida de cautela, o ‘Borz’ dominou do começo ao fim o chinês de forma avassaladora. Na mais longa luta no UFC até agora, Chimaev conseguiu a finalização para sua quarta vitória em quatro lutas no Ultimate, todas no primeiro round.

Os brasileiros em Abu Dhabi

O restante da presença brasileira no UFC 267 foi toda no card preliminar. No duelo de compatriotas. Amanda Ribas e Virna Jandiroba fizeram um duelo equilibrado, com Jandiroba começando bem com a luta no solo e trazendo dificuldade para Amanda. Nos rounds seguintes, Ribas conseguiu superioridade na trocação e manteve a luta muito bem em pé para conseguir vencer e se reabilitar.

Encarando um colega de treinos de Khabib, Ricardo Carcacinha até chegou dar ‘susto’ com uma cotovelada giratória em cima de Zubaira Tukhugov. Mas o russo conseguiu superar a pressão e usou de sua trocação para incomodar o brasileiro e conquistar a vitória.

Elizeu Capoeira entrou no octógono para encarar o francês Benoit Saint-Denis, que fazia sua estreia no Ultimate. E fez uma luta na qual não tomou conhecimento do ‘calouro’, dominando e até desfigurando o rosto de tal modo com que houvessem críticas ao fato do árbitro da luta, Vyacheslav Kiselev, não ter interrompido a luta antes dela ir para a decisão dos juízes e Capoeira se sagrar o vencedor.

A primeira luta do dia teve um brasileiro, Allan Puro Osso, que fez sua estreia na organização enfrentando o russo Tagir Ulanbekov. Apesar de fazer uma boa luta no solo e ter tentado finalizar em várias chances, o estreante acabou sendo derrotado na decisão dividida dos juízes.

Resultados UFC 267 – Blachowicz x Teixeira

Card principal

Glover Teixeira vence Jan Blachowicz por finalização (3:02 do R2) – Glover é o novo campeão dos meio-pesados

Petr Yan venceu Cory Sandhagen por decisão unânime dos juízes – Yan é o campeão interino dos galos

Islam Makhachev venceu Dan Hooker por finalização (2:23 do R1)

Alexander Volkov venceu Marcin Tybura por decisão unânime dos juízes

Khamzat Chimaev venceu Li Jingliang por finalização (3:16 do R1)

Magomed Ankalaev venceu Volkan Oezdemir por decisão unânime dos juízes

Card preliminar

Amanda Ribas venceu Virna Jandiroba por decisão unânime dos juízes

Zubaira Tukhugov venceu Ricardo Carcacinha por decisão unânime dos juízes

Albert Duraev venceu Roman Kopylov por decisão unânime dos juízes

Elizeu Capoeira venceu Benoit Saint-Denis por decisão unânime dos juízes

Michal Oleksiekczuk venceu Shamil Gamzatov por nocaute técnico (3:31 do R1)

Lerone Murphy venceu Makwan Amirkhani por nocaute (0:14 do R2)

Andre Petroski venceu Hu Yaozong por finalização (4:46 do R3)

Tagir Ulanbekov venceu Allan Puro Osso por decisão dividida dos juízes

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top