Lutas

Kamaru Usman vê falta de desafiantes ´à altura’ por cinturão dos meio-médios

Kamaru Usman
Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Kamaru Usman defenderá mais uma vez o cinturão dos meio-médios do UFC no próximo dia 13, quando enfrentará Gilbert Durinho na luta principal do UFC 258. E em caso de vitória, o nigeriano vê um panorama bastante complicado dentro de sua divisão.

Em entrevista ao site MMAJunkie, o campeão da categoria até 77kg afirmou que, depois de Durinho, não enxerga outros lutadores que o tenham impressionado para serem eleitos os próximos da fila na luta pelo título.

– Nenhum desses caras mostrou ter o que é preciso, dizer ‘eu sou o próximo’. Eles estão naquela ‘bagunça’ onde todo mundo quer ser o próximo. Mas agora, meu pensamento é somente enfrentar o Gilbert, ele já falou que quer essa luta e que é o cara que merece isso – declarou Usman.

Durinho é o segundo colocado do ranking do UFC para os meio-médios, atrás apenas de Colby Covington, este já derrotado pelo nigeriano. Logo atrás vem Leon Edwards, de luta marcada contra Khamzat Chimaev, Jorge Masvidal (último adversário de Usman) e Stephen Thompson. Para o campeão, nenhum destes e nem os outros possíveis rivais ainda mostraram a que vieram.

– Fora Durinho, não vem mais ninguém que eu veja que possa ter feito a ‘lição de casa’. Sei que o Colby e o Jorge estão tentando arranjar alguma coisa, mas é questão de você mostrar algo espetacular. Ou mesmo Leon e Chimaev. Se alguém mostrar algo espetacular, será o próximo. Estou prestando atenção em todos, mas ninguém mostrou que é esse cara – comentou.

– Por anos, eu tivesse esse problema de ninguém querer lutar comigo porque todos achavam que era um rival que daria a eles muitos riscos e poucos benefícios. Mas, hoje, estou numa posição em que não preciso desafiar ninguém. Eles é que tem que vir atrás de mim porque eu tenho o que eles querem (o cinturão) – completou Usman.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top