Atlético-GO

Zé Roberto destaca próximo confronto do Atlético-GO: ‘Vai ser um jogo crucial para a gente’

Crédito: Divulgação / ACG

Na tarde desta quarta-feira (24), depois do empate por 1 a 1 com o Juventude na noite de terça-feira (23), o autor do gol do Atlético-GO, Zé Roberto, concedeu uma entrevista coletiva para a Dragão TV. 

Nessa reta final do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro Goiano está numa sequência negativa. o Atlético-GO não vence a sete jogos e desses confrontos, os últimos quatro foram empates. Zé Roberto falou sobre essas últimas partidas e o desempenho do Dragão.

Nos empates jogamos muito melhor que os outros times… Mas o que o Marlon disse no vestiário ‘não adianta a gente jogar bem, temos que resolver’. Mas estamos no caminho certo e jogamos para ganhar todas as partidas. — disse Zé Roberto

O Atlético-GO vai até a Arena Condá na próxima sexta-feira (26) enfrentar a Chapecoense. Essa partida é muito importante para o Dragão conseguir o triunfo e se afastar da zona do rebaixamento. Visto que o time de Chapecó está na lanterna e rebaixado para a Série B. O atacante Zé Roberto comentou sobre esse próximo confronto.

Vai ser extremamente complicado esse jogo contra a Chape, a gente tem que entrar com a máxima intensidade possível. Vai ser um jogo crucial para a gente, os empates só vão valer algo se chegarmos contra a Chapecoense e vencer. Fazer desse jogo uma decisão pro Atlético. — falou Zé Roberto

Ainda complementou sobre a importância dessa partida e como os jogadores enxergam esse confronto:

Não tem bola perdida para a gente, não interessa se a Chapecoense está na lanterna. Não existe mais jogo fácil no futebol, não tem mais ninguém bobo. Todo jogo a gente vê que é extremamente complicado. Então, temos que saber que se não dermos 100%, a gente não vai vencer. — acrescentou Zé Roberto

Zé Roberto, artilheiro do Atlético-GO na temporada, foi perguntado como ele vê essa última sequência de três jogos em que começou no banco de reserva, dando espaço para o atacante Brian Montenegro.

Não acho que é injusto, o treinador tem a forma dele pensar. Eu ficava mais chateado quando eu começava jogando e era o primeiro a sair sempre… Mas acho que todo mundo tem o direito de jogar, se tiver melhor. — disse Zé Roberto

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top