Conmebol Sul-Americana

Abel Braga comenta sobre falta de criação no Flu contra o Unión Santa Fe e diz: ‘Vamos tentar jogo a jogo melhorar’

Foto: Mailson Santana/FFC

Pela terceira rodada do Grupo H da Sul-Americana, o Fluminense empatou sem gols contra o Unión Santa Fe nesta terça-feira, no Maracanã. Após demostrar mais uma atuação com despenho técnico bem abaixo, Abel Braga, treinador do Flu, admitiu que o time vem criando poucas oportunidades nas partidas.

– Essa questão (desgaste) é de todos os clubes brasileiros. Não adianta a gente reclamar. O que temos feitos? Alguns são vetados, quem tem entrado vem bem. Não vai dizer que Wellington jogou mal, Nonato… Mas estamos criando muito pouco. Para a nossa equipe que temos, pode estar abatendo um pouco, mas o estado anímico não é o ideal. Vamos tentar jogo a jogo melhorar. Amanhã (quarta) tem treino, depois viagem, outro jogo, vamos vendo aquilo que vamos contar. Entra um joga bem, outro não tão bem. Acho que hoje só teve uma virtude, que foi não sofrer gols. Mas a criação está muito pouca.

+Atuações: Fred perde pênalti e Fábio faz boas defesas no empate do Fluminense; veja as notas

Na derrota contra o Internacional no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro, Abel Braga falou sobre o desgaste do elenco nesta temporada. Após o empate nesta terça-feira, o técnico tricolor voltou repercutir sobre este assunto. O treinador comentou que isso é um problema de todos os times do Brasil e completou analisando o grupo do Fluminense na Sul-Americana.

– Depois que acabou o Carioca, tivemos uma série sem repouso e de jogos decisivos. As coisas não ocorreram como se esperava, além do desgaste físico tem o mental. Mas isso todos estão passando, botando seis, sete reservas. Às vezes dá certo, como aconteceu com o Palmeiras, ou não dá certo, como aconteceu com o Bragantino. E também não fomos felizes no grupo, que é muito forte. Foi um jogo muito pegado, eles imprimiram um ritmo forte. Nós tentamos também. Vamos tentar ver no próximo jogo o que vamos fazer.

+Eleito melhor em campo, Fábio analisa performance do Fluminense na partida contra o Unión Santa Fe: ‘Lutamos desde o início’

Confira outros trechos da coletiva de Abel Braga:

Falta de capricho dos jogadores

– O jogador quer caprichar, fazer o gol. Acho que em alguns momentos nós podíamos ter uma movimentação com mais profundidade, mais agressiva. Estamos esperando um ou dois jogadores que nós temos… Temos que melhorar um pouquinho o estado emocional, que não está muito legal. O Fluminense encantou todo mundo aí no Carioca, só não fez o primeiro jogo contra o Bangu e o segundo com o Botafogo bom. Foram 14 jogos bons. Temos que trazer isso de volta. Os jogadores têm consciência disso, foi dito lá dentro. Temos que buscar solução, isso tem que ser a minha parte, senão vou ficar frustrado.

Evolução do time nos últimos jogos

– Evoluiu hoje a parte de trás. Vinha sofrendo gols todos os jogos, o que é raro para nós. Hoje não sofreu. Acho que os jogadores tentaram. Não vamos colocar a culpa no pênalti, se entrou ou não. Tivemos oportunidade clara com o Marlon no primeiro minuto, depois uma jogada do lado direito com Cano. Mas só.

Entregaria o comando do Fluminense?

– Isso tem que perguntar ao presidente. Estou no clube que amo, se não me sentir feliz… Não estou mais querendo me conhecer, não preciso me conhecer mais. Conheço muito a vida, o que eu quero mais é ser feliz, só isso.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top