América-MG

América-MG tem a terceira defesa mais vazada da Série A

Marina Almeida/América

Em 14 partidas disputadas neste Brasileirão, o América-MG foi vazado em 12. Além disso, foram 19 gols sofridos e apenas 11 marcados. Com Vagner Mancini no comando da equipe, em nove jogos, Matheus Cavichioli buscou 13 bolas no fundo das redes.

Desde o início do torneio, o América encontrou dificuldades para encontrar seu sistema defensivo ideal. Antes, Lisca, ex-técnico do clube, adotava um estilo de jogo dominante e incisivo; com a bola, sua equipe era autoritária e procurava transitar no campo ofensivo a todo momento. Enquanto esteve no comando, o treinador esteve à frente do Coelho pela Série A em quatro jogos, tendo sofrido quatro gols e não marcado nenhum.

+ Para voltar a vencer, América-MG precisará superar tabu de 10 anos

Contudo, a pior derrota sofrida no campeonato foi diante do Fortaleza, na capital cearense, quando Vagner Mancini já ocupava o posto de treinador do América. O time mineiro foi superado por 4 a 0 e, de lá para cá, não conquistou mais nenhuma vitória na competição.

A equipe americana só não perde em gols sofridos, neste campeonato, para Chapecoense e Bahia. A equipe catarinense já foi vazada 25 vezes, enquanto a rede do tricolor baiano já balançou em 23 oportunidades. Ainda assim, o América se junta à Grêmio e São Paulo, com -8 de saldo na tabela do Campeonato Brasileiro.

Ocupando a 18ª colocação, com 11 pontos, o América recebe o Fluminense no próximo domingo (08), às 16h, na Arena Independência. Para sair da zona do rebaixamento, além de vencer, a equipe de Vagner Mancini precisa torcer para Cuiabá e São Paulo tropeçarem na rodada.

Em busca da reabilitação na competição, a equipe de Vagner Mancini terá que passar por cima de um tabu que já perdura há 10 anos. A última vez em que o clube alviverde venceu o tricolor carioca foi em 2011, também pela 15ª rodada do Brasileirão, por 3 a 0

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top