Lutas

Anderson Silva responde críticas de Ortiz por categoria de peso escolhida para luta

Reprodução/Instagram Anderson Silva

Anderson Silva volta ao boxe neste sábado (11) para enfrentar Tito Ortiz numa luta que já começou quente devido a críticas do americano sobre um aspecto da luta: a categoria que esta irá se realizar.

O duelo entre ambos será realizado em 195 libras (88.,4kg), uma categoria a qual Ortiz nunca lutou no MMA e na qual o californiano acredita que seria uma ‘vantagem’ para o brasileiro. O que o ‘Spider’ prontamente rebateu ao falar sobre o assunto para o site MMAJunkie.

LEIA MAIS

+ Vitor Belfort diz que gostaria de enfrentar Anderson Silva no Boxe

+ Jorge Masvidal pleiteia lutar novamente pelo cinturão dos meio-médios do UFC

– Não sou um cara pesado. Quando você quer lutar e se você não consegue bater o peso, então não tem luta – afirmou Anderson, que justificou a rebatida à crítica do rival ao fato de já ter lutado abaixo do peso ao qual esteve acostumado durante toda sua carreira quando lutou em junho contra Julio Cesar Chavez Jr

– O ponto é esse, não tenho mais nada a falar sobre isso. Não é desculpa. Não faz sentido algum. Lutei no México com 82,5kg (182 libras) e por que eu lutaria como peso-pesado agora? Não faz sentido algum. Não sou um cara pesado – completou.

A reclamação de Ortiz é em relação ao fato de Anderson Silva ter já lutado em categorias mais pesadas, que seriam mais fáceis para ele bater o peso. O ‘Spider’ já fez no próprio UFC luta nos meio-pesados (205 libras ou 92,9kg), categoria esta que Ortiz foi campeão durante muito tempo no Ultimate.

O americano chegou a alegar na época que havia ‘perdido o respeito’ por Anderson pela exigência que teria sido feita pelo brasileiro, alegando dificuldades para bater o peso proposto para a luta. Mas, apesar da rusga inicial, o combate seguiu na programação do evento da Triller Fight Night, que também terá Vitor Belfort x Evander Holyfield

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top