Campeonato Mineiro

Cruzeiro perde para o Pouso Alegre e vai para a última rodada do Estadual em busca da classificação

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro foi derrotado pelo Pouso Alegre neste domingo (18), por 1 a 0, com gol de Paulo Henrique, após falha no sistema defensivo do Cruzeiro. O resultado negativo impediu o time celeste de se classificar antecipadamente para a fase final do estadual. Apesar disso, a Raposa se mantém no G4 e depende somente de si para se classificar.

O Cruzeiro sentiu bastante o gramado ruim do estádio Manduzão e não conseguiu impor seu estilo de jogo, que prioriza tabelas e toque de bola. O Pouso Alegre resolveu esperar o time celeste e sair nos contra-ataques, o que funcionou bem, visto que nesse tipo de lance saiu o gol da equipe do Sul de Minas. Aos 44 minutos, o atacante Paulo Henrique aproveitou lançamento proveniente de um erro de Raul Cáceres, dividiu com Fábio e, mesmo se lesionando, conseguiu guardar.

Voltando para a segunda etapa com vantagem no placar, o Pouso Alegre baixou suas linhas de marcação e passou a esperar o Cruzeiro. O time celeste, num dia pouco inspirado, não conseguia criar lances de perigo e com as diversas substituições feitas por Felipe Conceição perdeu sua consistência tática. O jogo passou a ser um ataque inoperante contra uma defesa fechada, resultando na manutenção do resultado.

ESTREIA NA TEMPORADA

Esperança do torcedor celeste, o meia Marco Antônio voltou a atuar pela Raposa após alguns meses afastado dos gramados. O jogador entrou em campo no segundo tempo e, apesar de distribuir bons passes, não conseguiu ter grande impacto no jogo.

DEFESA VAZADA

Após cinco jogos sem tomar gol, melhor sequência em dois anos, o Cruzeiro voltou a ser vazado. Além da quebra da marca, o gol saiu após erro de Raul Cáceres e desatenção de Ramon, dois dos pilares do sistema defensivo da Raposa.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Para saber tudo sobre o Campeonato Mineiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top