Atlético-GO

Atuações ENM: Atlético-GO joga com cautela, ataque fica apagado e jogadores de marcação se destacam

Fotos: Leonardo Moreira /FortalezaEC
— Continua depois da publicidade —

Novo zero a zero. Diferentemente da partida contra o Corinthians, o Atlético-GO não teve oportunidades precisas de gol diante do Fortaleza, na noite deste domingo (4), na arena Castelão. A proposta de jogo da equipe cearense exigiu maior atenção do rubro-negro, que soma um ponto fora de casa. As jogadas de perigo do Dragão vieram dos lados, mas faltou efetividade no ataque. Por outro lado, o meio de campo funcionou para impedir chegadas perigosas do Fortaleza. Os dois jogadores de marcação, Marlon Freitas e Edson, foram os destaques da equipe. O atacante Zé Roberto, recém-chegado, surpreendeu negativamente no pouco tempo em que ficou em campo.

Melhores

Nicolas – 7,0: O lateral-esquerdo do Atlético-GO teve a movimentação como principal característica na partida. Na defesa, o jogador foi atento e evitou que o Fortaleza levasse perigo para área. No ataque, a velocidade de Nicolas foi responsável pelas poucas oportunidades que o Dragão teve no jogo.

Marlon Freitas – 7,5: A marcação de meio-campo foi importante para que o Atlético-GO saísse de Fortaleza com o empate. Marlon Freitas foi importante, inclusive, na defesa. Na 1ª etapa, o goleiro Jean deu rebote para o adversário dentro da área, mas o volante esteva lá para salvar o Dragão.

Edson – 7,0: A dobradinha com Marlon Freitas tem funcionado para Edson. O Atlético-GO apresenta marcação alta efetiva graças aos desarmes dos dois jogadores. Na proposta de jogo apresentada pelo Fortaleza, Edson foi importante para evitar sustos na defesa do rubro-negro.

Piores

Chico – 5,5: O meia rubro-negro pouco participou do jogo. Com característica ofensiva, Chico não teve oportunidade de ser decisivo. A proposta de jogo do Fortaleza não favoreceu o meia. A partida foi melhor para seus companheiros de meio-campo, Marlon Freitas e Edson, que são jogadores de marcação.

Hyuri – 5,5: Apesar da marcação do Fortaleza, Hyuri foi um dos poucos jogadores do Atlético-GO que teve oportunidade de abrir o placar. O atacante parou uma vez nas mãos do goleiro Felipe Alves. Em outra oportunidade, finalizou para fora. Faltou velocidade e calma para o atleta rubro-negro na partida.

Zé Roberto – 5,0: O atacante recém-chegado no Atlético-GO entrou, mais uma vez, na etapa final de jogo. Ainda que em pouco tempo em campo, Zé Roberto errou com frequência. Foram seis passes incompletos do jogador. Além disso, cometeu duas faltas, uma que rendeu cartão amarelo. O atacante entrou para substituir Janderson, que jogava do lado direito de ataque rubro-negro. A saída do atacante que entrou de titular deixou o time lento. A alteração de Vagner Mancini não se mostrou eficaz.

Notas dos jogadores:

Jean – 6,5

João Victor – 6,5

Éder – 6,5

Oliveira – 6,5

Nicolas – 7,0

Marlon Freitas – 7,5

Edson – 7,0

Chico – 5,5

Janderson – 6,0

Ferrareis – 6,5

Hyuri – 5,5

Zé Roberto – 5,0

Dudu – 6,5

Natanael – 6,0

Matheuzinho – 7,0

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top