Futebol Internacional

Brentford vence Swansea e retorna à Primeira Divisão Inglesa após 74 anos

Mark D. Fuller via Imago Images

Depois 74 anos, o Brentford está de volta à elite do futebol inglês. As Abelhas enfrentaram neste sábado (dia 29) o Swansea City na final dos playoffs da Championship e venceram por 2 a 0. A equipe londrina se junta a Norwich e Watford, que garantiram acesso à Premier League antecipadamente. O artilheiro e recordista de gols em uma edição da competição, Ivan Toney, e Emiliano Marcondes marcaram os gols da partida.

Diante de 12 mil torcedores em Wembley, o Brentford ganhou sua primeira final. O time havia disputado sete decisões, mas não alcançou seus objetivos em nenhuma. A decisão anterior à de hoje foi a própria final dos playoffs do ano passado. Na ocasião, a equipe perdeu o derby londrino contra o Fulham por 2 a 1 na prorrogação, após empate sem gols no tempo regulamentar. Os únicos títulos do clube foram em campeonatos de pontos corridos. A duas últimas conquistas foram a quarta divisão nas temporadas 1998/1999 e 2008/2009.

+ Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Domínio do Brentford; expulsão no Swansea

O Brentford começou melhor a partida e demonstrou repertório para construir a vantagem em poucos minutos. Aos 9′, Canós puxou a bola da esquerda para o meio e deu um passe espetacular atrás da linha defensiva para Mbeumo. O atacante tomou a frente dos zagueiros e chegou antes do goleiro Woodman, que atingiu os pés do francês. O árbitro Chris Kavanagh assinalou o pênalti imediatamente. O artilheiro do campeonato, Ivan Toney, foi para a cobrança com passos lentos, conforme sua característica, e colocou a bola na bochecha da rede para abrir o placar.

Aos 20′, André Ayew perdeu a bola dentro da área ofensiva e Jansson ligou o contra ataque com Mbeumo na esquerda. Ele avançou e esperou a passagem de Roerslev. O dinamarquês recebeu, viu a chegada de Marcondes e tocou para o compatriota. O camisa 10 pegou de primeira para marcar o segundo do Brentford. No minuto seguinte, Toney chutou forte na entrada da área e acertou o travessão. A bola quicou em cima da linha, mas não entrou.

Com a desvantagem no placar, o Swansea passou a manter mais a posse de bola e tentou incomodar mais o goleiro Raya, mas levaram pouco perigo na primeira etapa. O espanhol se limitou a afastar cruzamentos na maioria das jogadas. O principal lance dos galeses foi aos 45′, quando Hourihane cobrou falta na cabeça de Ayew. O atacante dividiu no alto com Raya, e a bola bateu no travessão e foi para fora.

+ Chelsea aposta em retrospecto positivo recente para bater Manchester City na Liga dos Campeões

No segundo tempo, o Swansea cresceu e foi para cima das Abelhas. Aos 47′, Hourihane cruzou na área e Ayew desviou de cabeça, mas não conseguiu pegar em cheio na bola e ela foi para fora. Lowe teve duas oportunidades nos minutos seguintes: na primeira, o camisa 9 veio da esquerda, puxou para o meio e arriscou de longe para fora; na segunda, recebeu cruzamento na área, dominou, girou e bateu com a perna canhota, mas a bola não teve direção do gol. Nesse período, o Brentford apenas tentou chutes de longe, mas tanto Roerslev quanto Mbeumo finalizaram por cima gol gol de Woodman.

Aos 65′, Fulton pisou com força no calcanhar de Jensen. O juiz entendeu que era lance de cartão vermelho e expulsou o meia dos Cisnes. A partir daí, a pressão dos galeses diminuiu, e o Brentford soube administrar a vantagem. Os artilheiros do dia tiveram oportunidades de marcarem novamente no jogo. Aos 73′, Marcondes cobrou falta com perigo: a bola passou perto do travessão. Aos 81′, Toney recebeu a bola no alto dentro da área, dominou e bateu, mas o chute parou na zaga.

+ Campeão inglês, temporada dos sonhos e primeira final: como chega o City à decisão da Champions

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top