Internacional

Coudet exime Zé Gabriel e Peglow das falhas: ‘só vão aprender cometendo erros’

Reprodução/Internacional

O Internacional empatou com o Bahia, em 2 a 2, neste domingo (6), pelo Brasileirão. O jogo, que foi recheado de falhas defensivas, contou com destaque negativo para dois garotos colorados. Zé Gabriel errou passe, na saída de bola, resultando no gol de Rodriguinho. Já no segundo tempo, o menino Peglow, com o time vencendo, tentou acelerar a jogada, perdeu a bola e, na sequência, o juiz marcou o pênalti, que resultou no empate. Todavia, para Coudet, nenhum deles tem culpa nos lances.

O erro Zé Gabriel

Titular, desde a saída de Bruno Fuchs, Zé Gabriel vinha atuando bem, ao lado de Cuesta. Entretanto, em um lance de desatenção, errou um passe fácil, que caiu nos pés de Gilberto que, com inteligência, lançou Rodriguinho, para inaugurar o placar. Porém, para Chacho, não se pode culpar o menino pela falha. “Foi uma tentativa de começar uma jogada desde atrás. Só vai aprender cometendo erros e depois corrigir com trabalho”, disse Coudet sobre Zé Gabriel.

Mesmo com o erro, o treinador argentino mostrou confiança no trabalho do zagueiro. Coudet diz: “Vai aprender, ganhar experiência”. Pensando nisso, é possível projetar que Zé Gabriel siga, entre os titulares, diante do Ceará, na próxima quinta-feira (10).

A falta de “malandragem” de Peglow

Atacante, o jovem João Peglow, de apenas 18 anos, perdeu a bola no lance que resultou no pênalti a favor do Bahia, já nos acréscimos. Na jogada, o jogador poderia ter segurado a bola, para fazer tempo, mas preferiu arriscar um passe, que foi interceptado. Pela idade, Coudet acredita que, assim como no caso de Zé Gabriel, não tem como cobrar o garoto. “Não tenho como pedir a Peglow que tenha inteligência para passar o tempo. São jovens, ainda falta trabalhar a malandragem”, resumiu o técnico.

Em outro momento, Peglow não serviu Thiago Galhardo, e arriscou o chute. Sobre isso, Coudet também eximiu o jovem: “falta experiência e sobra fome de gol. Mas é no erro de decisão que ele vai aprender”. Assim como Zé Gabriel, o atacante não foi o responsável pela falha decisiva, mas acaba cobrado pelo empate. No primeiro gol, Cuesta falhou junto com seu companheiro. Já no segundo, foi Rodinei que cometeu o pênalti em Élber.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top