Cruzeiro

Doação de sangue: ação com camisa de Rômulo, do Cruzeiro, pode salvar 1500 vidas

Foto: Arquivo pessoal

Recentemente, Rômulo, lateral-direito do Cruzeiro, participou de uma campanha de doação de sangue junto a Fundação Hemominas. Além da doação sanguínea, o atleta também autografou uma camisa e doou ao centro para uma ação com objetivo de incentivar a participação do público.

                 

Com quase 400 doadores, a ação envolvendo o lateral direito Rômulo e a Fundação Hemominas teve resultado significativo. Entre os dias 14 e 30 de junho, no Hemocentro da entidade, em Belo Horizonte, os doadores que compareceram para o gesto solidário concorreram a uma camisa autografada do atleta do Cruzeiro.

Veja também: Com venda de ingressos para duelo contra o Fluminense aberta, Cruzeiro anuncia mudanças no acesso ao Mineirão

Como cada doação pode salvar até quatro vidas, a ação deve impactar mais de 1500 pessoas que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.

– A conscientização sobre a importância de doar sangue é algo fundamental. Fiz uma visita e doei a camisa como uma forma de incentivar mais pessoas a participarem da campanha, que foi um sucesso. É um ato simples, mas que faz uma diferença grande na vida de quem precisa. Que cada vez mais pessoas, sejam elas atletas ou não, possam estar envolvidas nessas ações –, afirma Rômulo.

Hellen Dupim, responsável pelo setor de captação do Hemocentro de Belo Horizonte, explica o quanto esse gesto impacta positivamente nos estoques de sangue da fundação.

– A Hemominas investe em estratégias de captação de doadores, mobilizando a população para que incorpore a doação de sangue de forma consciente e habitual. Mesmo porque, principalmente em períodos críticos como o inverno, o estoque de sangue baixa e é preciso que as doações aconteçam regularmente para que a instituição possa atender às demandas com tranquilidade. É importante doar porque não é possível substituir o sangue por remédios – somente pode ser obtido por meio de doação de um ser humano a outro. Dependemos, exclusivamente, da solidariedade das pessoas que comparecem aos Hemocentros e doam o sangue. Agradecemos pela parceria e esperamos fazer novas ações como essa, que muito contribuem para o aumento nos nossos estoques de sangue.

O vencedor da camisa autografada foi Vitor Luiz Bragança, que recebeu o prêmio no Hemocentro da Fundação Hemominas.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo