Guarani

Guarani atrela ‘desmanche’ na base com FPF: ‘Indefinição dos torneios’

Guarani realiza desmanche na base em meio à pandemia em 2021
Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

O Guarani aproveitou o período sem competições oficiais da Federação Paulista de Futebol (FPF) para promover um verdadeiro desmanche nas categorias de base.

Embora o Bugre não tenha se pronunciado oficialmente sobre o processo de enxugamento de despesas em meio à pandemia da Covid-19, alguns treinadores, inclusive Sérgio Baresi, do Sub 20, foram desligados.

+ Guarani explica aposta em Bruno Reis, ex-Ponte Preta: ‘Excelente atleta’

“Na verdade, a gente está em um período em que não tem oficialmente ainda da Federação Paulista a definição dos campeonatos da base. Então os clubes estão debatendo e estão estudando a forma de fazer essa competição”, explicou o presidente Ricardo Miguel Moisés, em entrevista à Rádio Brasil de Campinas.

“Um primeiro estudo foi colocado em pauta, no qual os clubes teriam só de custo de competição por categoria e testes de Covid algo em torno de R$ 400 mil por categoria. Então isso é um número que a inviabiliza a maior parte dos clubes de São Paulo de participarem. Então, no momento, hoje, as bases dos clubes estão em standby”, acrescentou.

OUTRO LADO

Apesar de não ter data para retorno dos garotos aos treinamentos e desligar profissionais ligados à base, o presidente do Guarani garante que a base é uma das prioridades do Conselho de Administração durante a gestão, eleita para o triênio 2020-2023.

“O que a gente vem fazendo à frente do Guarani nesse período é estruturação. É criar uma base sólida. O mais importante é a gente trabalhar sempre no tamanho do passo que conseguimos dar”, celebrou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top