Futebol Internacional

Guiné Equatorial vence Mali nos pênaltis e se classifica para as quartas de final da Copa Africana de Nações

Foto: Issouf Sanogo / AFP via Getty Images

Em duelo válido pelas oitavas de final da Copa Africana de Nações, Guiné Equatorial venceu Mali, nos pênaltis, por 6 a 5 (depois de empate em 0 a 0) e se classificou para a próxima fase da competição. Classificada em primeiro lugar no Grupo F, Mali encerra sua participação no campeonato continental de forma invicta  na competição, após a partida desta quarta-feira (26). Depois de avançar ao mata-mata na segunda posição do Grupo E, a Seleção de Guiné Equatorial mantém viva as esperanças de, pelo menos, igualar sua melhor campanha no torneio. Em 2015, chegou à semifinal da torneio, que teve o país como sede.

TEMPO REGULAMENTAR

Os 90 minutos do tempo regulamentar foram de um jogo com nível técnico baixo para ambos os lados. Mali chegou a ter 60% da posse de bola, mas não conseguia pressionar a seleção da Guiné Equatorial e criar jogadas contundentes no ataque. Aos 7’, os malianos quase abriram o placar com Koné, depois que o camisa 18 recebeu cruzamento de Koyaté e finalizou rente à trave direita de Owono. Apesar da primeira chegada de perigo, a equipe só teve essa jogada de ataque durante todo o primeiro tempo. As duas equipes cometiam muitas faltas e os erros de passe prejudicavam o andamento da partida.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Na volta do intervalo, a seleção de Mali seguia com a posse da bola, mas aumentou o volume de jogo e passou a finalizar mais contra o gol de Owono. Logo com 1’ e depois aos 7’, a equipe finalizou as jogadas com chutes de fora da área de Camara e Doumbia, respectivamente, mas ambos os chutes foram sem direção. A melhor chance da partida aconteceu aos 13’, quando Bissouma cortou dois marcadores na área e tocou no meio para Adama Traoré, livre, chutar por cima do gol. A Guiné Equatorial seguia na estratégia de se fechar na defesa e esperar para sair no contra-ataque. A chance da equipe, no entanto, só apareceu aos 42’ da etapa final: Nsua recebeu na área, ajeitou para a perna esquerda e finalizou sobre o gol de Mounkoro. O 0 a 0 persistiu no placar e a partida foi para a prorrogação.

PRORROGAÇÃO

Os 30 minutos de prorrogação seguiu o desenrolar de toda a partida no tempo regulamentar. Mali buscando exercer alguma pressão no campo de ataque e Guiné Equatorial mantendo a boa marcação, principalmente a partir da intermediária de defesa, e buscando um contra-ataque para garantir a classificação. Apesar das substituições dos dois lados, o nível técnico dos jogadores era a característica que mais dificultava a criação e finalização das jogadas, o que fazia o jogo caminhar para a decisão por pênaltis. Sem acréscimos, o árbitro encerrou o confronto e a vaga para as quartas de final seria definida nas penalidades.

PÊNALTIS

Nas primeiras 5 cobranças para cada lado, dois pênaltis perdidos: pelo lado de Mali, Haidara teve a cobrança defendida pelo goleiro Owono e Hamari Traoré chutou para fora; na Guiné Equatorial, Nsue finalizou sobre o gol e Ganet parou no goleiro Mounkoro.

+ Nos pênaltis, Salah sacramenta classificação do Egito para as quartas da Copa Africana de Nações

Na sequência das cobranças alternadas, os jogadores não deram chances aos goleiros adversários e deixaram a decisão empatada em 5 a 5. No pênalti seguinte, Eneme colocou a Guiné Equatorial novamente a frente do placar. Sacko foi para a cobrança para deixar tudo igual mais uma vez, mas bateu muito mal a penalidade e Owono fez a defesa para garantir a Guiné Equatorial na próxima fase da Copa Africana das Nações.

Após garantir a classificação, Guiné Equatorial vai enfrentar Senegal em busca de uma vaga nas semifinais da Copa Africana de Nações. A partida será realizada no próximo domingo (30), no Douala Stadium, às 16h (horário de Brasília).

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top