Atlético-MG

Julgamento de Cuca é adiado no STJD por conta da confusão com o Boca

Julgamento de Cuca é adiado no STJD por conta da confusão com o Boca
Foto: Pedro Souza/Atlético

Com a confusão envolvendo o Boca Juniors em Belo Horizonte parando na delegacia, o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi solicitado pelo Atlético-MG para que fosse adiado o julgamento envolvendo o técnico Cuca, que é denunciado por proferir xingamentos ao árbitro Leandro Pedro Vuaden, ainda no dia 24 de junho, quando o Galo perdeu para o Ceara por 2 a 1 na Arena Castelão. Na ocasião, o treinador chamou o juiz de “vagabundo” e está sujeito a pegar quatro partidas de suspensão no Campeonato Brasileiro.

Além de Cuca, o diretor de futebol, Rodrigo Caetano, e o auxiliar Éder Aleixo também serão julgados por denúncias da Procuradoria do TJD na próxima quarta-feira (28). Os julgamentos já haviam sido adiados na última semana pelo tribunal.

Rodrigo Caetano e Éder serão julgados por terem xingado o juiz Rodolfo Toski Marques no empate em 1 a 1 contra a Chapecoense no Mineirão. O diretor disse que o árbitro em questão “vem aqui só para prejudicar a gente”, conforme constou na súmula da partida.

Para ficar informado sobre tudo que acontece com o Atlético-MG, de Cuca, Rodrigo Caetano e Éder Aleixo, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Veja o que diz a nota do STJD:

“A Terceira Comissão Disciplinar do STJD do Futebol deferiu o pedido do Atlético/MG para adiamento dos processos 362 e 413 que estavam na pauta de julgamentos desta quarta, dia 21 de julho. De acordo com o a defesa do Atlético/MG, os integrantes do clube tiveram que se dirigir a delegacia após a confusão no Mineirão após a partida contra o Boca Juniors onde permaneceram até a madrugada. Os processos envolvendo o técnico Cuca, o diretor Rodrigo Caetano e o auxiliar Éder Aleixo retornarão na próxima pauta de julgamentos prevista para a quarta, dia 28”.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top