Campeonato Brasileiro - Série C

Léo, zagueiro da Ponte Preta, entra no radar do Santa Cruz para Série C

Léo, zagueiro da Ponte Preta, entra no radar do Santa Cruz para Série C
Crédito: Álvaro Júnior / AA Ponte Preta

Léo está na lista de possíveis reforços do Santa Cruz para disputa da Série C do Campeonato Brasileiro.

Cedido pela Ponte Preta à Internacional de Limeira até 31 de dezembro de 2021, zagueiro pode ser negociado pela Macaca com o Cobra Coral nas próximas semanas.

+ Ponte Preta sinaliza intenção de renovar com Igor Maduro; saiba detalhes

Cria das categorias de base, beque de 21 anos disputou o Campeonato Paulista pelo Leão. No primeiro semestre, foram seis jogos, todos como titular, e 540 minutos em campo – ficou fora dos outros compromisso por estar entregue ao Departamento Médico no Estádio Major Levy Sobrinho.

O defensor é uma indicação direta do ex-técnico Thiago Carpini a Bolívar, comandante do clube pernambucano – ambos são amigos pessoais e, portanto, nutrem ótimo relacionamento.

A expectativa é de que a negociação possa ganhar novos capítulos a partir desta semana.

No acordo vigente entre os times paulistas, há cláusula de liberação imediata em caso de ofertas da Série A e Série B do Campeonato Brasileiro.

Uma reunião está agendada para esta segunda-feira entre jogador, estafe e dirigentes do Santa Cruz para avançar na situação.

Léo, após queda da Internacional nas quartas de final do Paulistão, foi liberado pela diretoria para folga e curtiu o final de semana com a namorada em Campos do Jordão.

A transferência a Recife é vista com bons olhos por se tratar de um postulante ao acesso e ‘clube de massa’.

Com apenas dois jogos no profissional durante estada em Campinas, zagueiro, a princípio, não faz parte do planejamento da Ponte Preta para Série B, embora diretoria executiva procure atletas para função – tornou-se destaque e capitão da Macaca na Copa Paulista do ano passado.

O detalhe importante é que o atleta faz partes dos planos limeirenses na Série D.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top