Cruzeiro

Marcelo Moreno reclama da arbitragem após gol anulado do Cruzeiro: ‘Não vai ser assim que vamos subir’

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro empatou com o Operário, nesta quinta-feira (16), na Arena do Jacaré, recém-nomeada como Arena Buser, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O placar terminou marcando 1 a 1, com gols marcados por Claudinho, para a Raposa, e Paulo Sérgio, para o time paranaense. Porém, a equipe mineira teve um gol anulado no fim da partida, após longa análise do VAR. Marcelo Moreno, que havia marcado o tento, reclamou ao fim da partida. 

Na beira do gramado, Moreno contestou a decisão do juiz e pediu a CBF que tivesse mais atenção com esse tipo de ocorrido. O gol marcado por Marcelo Moreno foi anulado após o VAR analisar o lance por cerca de dez minutos e conceder ao juiz imagens da jogada para dar o seu veredito. O árbitro anulou o gol, alegando que Marco Antônio, responsável pela assistência, havia dominado a bola com o braço. 

Veja também: Há 15 rodadas do fim da temporada, Marcelo Moreno tem mesmo número de gols que artilheiro do Cruzeiro em 2020

– A gente não pode sofrer isso aqui. Dentro da nossa casa, a gente não pode sofrer isso. Mandar qualquer juiz desse, para apitar um jogo, com o Cruzeiro querendo subir, todo mundo se doando pra caramba e ele fazendo uma coisa dessa. Isso não existe. A CBF tem que olhar, a gente dá a alma, saímos na rua, somos cobrados, aconteceu agora com o Tardelli em São Paulo, depois não podemos sair na rua porque a nossa família tá em risco, por causa dele. Isso não pode acontecer. A CBF mandando um juiz qualquer desse. Impossível ganhar assim. Deu um pênalti contra e ele anulou um gol que ia ajudar a gente na classificação. Me explica, como a gente faz? Eu acho que a imprensa tem que ajudar a gente, não vai ser assim que vai ser as coisas para que a gente suba.

Após a decisão do juiz e o fim da partida, os jogadores do Cruzeiro reclamaram muito. E o juiz foi escoltado. Enfurecido, Marcelo Moreno também contestou essa ação, afirmando que os atletas não são bandidos: “Por que ele tá saindo escoltado? A gente é bandido? Quem tá em risco é a família dos jogadores, por causa dele”. 

Com o gol que garantia a vitória celeste anulado, o Cruzeiro somou apenas um ponto e chegou aos 30 na Série B, ganhando uma posição na tabela de classificação e assumindo o 12 º lugar. 

Caso o gol fosse mantido, Marcelo Moreno chegaria ao seu sétimo tento marcado na atual temporada, se isolando ainda mais na artilharia do Cruzeiro. Além disso, como o maior artilheiro estrangeiro da Raposa, chegaria aos 55 gols marcados. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top