Atlético-MG

Multa rescisória de Sampaoli será abatida nos débitos do Atlético-MG com o treinador

Multa rescisória de Sampaoli será abatida nos débitos do Atlético-MG com o treinador
Foto: Bruno Cantini/Atlético

O Atlético-MG anunciou na última segunda-feira (22), a saída do técnico Jorge Sampaoli ao final do Campeonato Brasileiro, que se encerra na próxima quinta-feira (25), quando o Galo enfrenta o Palmeiras em casa. O treinador argentino deixa o time alvinegro antes do término do contrato, que se encerraria em dezembro deste ano e, portanto terá de pagar a multa rescisória prevista no documento.

Porém, o Atlético-MG ainda tem débitos a pagar ao treinador e sua comissão técnica e, por isso, o valor da multa será abatido nessa dívida.

De acordo com o diretor de futebol do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, Sampaoli comunicou a sua saída apenas na última segunda-feira e desde o primeiro momento se mostrou à disposição de pagar a multa prevista no contrato.

O valor da multa é confidencial e o diretor de futebol atleticano não quis divulgar para a imprensa.

— No contrato, existe uma multa e no mais é conficialidade. Eu não gostaria que qualquer tipo de contrato firmado aqui ou com qualquer outro clube seja divulgado, a mesma coisa vale para o treinador. O que posso garantir, que quando no momento da comunicação dele, ele se prontificou a cumprir rigorosamente o que diz o contrato e o Galo também, porque o Galo tem compromissos a cumprir com ele e comissão técnica e vai cumprir também — conta Caetano.

Além disso, o diretor de futebol do Galo contou como é a sua relação com o técnico argentino e desmistificou a imagem de que Sampaoli é um cara difícil de lidar.

— Rotula-se e fala-se muito, mas vou falar por mim. Minha relação com ele (Sampaoli), apesar de pouco tempo, cerca de 40 dias, foi a melhor possível, sempre franca, de forma transparente e, quando ele nos comunicou isso, ele sempre foi muito solícito no que diz respeito até de auxiliar toda a transição — disse Rodrigo.

Por fim, o diretor de futebol do Atlético-MG afirmou Sampaoli começou o Campeonato Brasileiro e irá terminá-lo com a partida da próxima quinta-feira. No entanto, o treinador argentino foi expulso no último confronto diante do Sport e não poderá estar no banco de reservas na partida contra o Palmeiras, pela última rodada do Brasileirão.

— Eu entendo que uma coisa é contrato e outra é temporada, nós estamos em um ano muito atípico, porque o ano de 2021 já começou, mas a temporada ainda é de 2020. Portanto, o encerramento do Campeonato Brasileiro abre uma nova janela de início de temporada para 2021. Não vejo problema nenhum, pelo contrário, acho que é justo e legítimo que ele encerre o Campeonato Brasileiro, que busquemos a confirmação desse terceiro lugar na quinta-feira. Ele iniciou esse campeonato e vai terminar — finalizou.

Sampaoli chegou ao Atlético-MG em março de 2020, em 44 jogos sob o comando do argentino, foram 25 vitórias, nove empates e 10 derrotas, dando em um aproveitamento de 63%. O técnico conquistou o Campeonato Mineiro do ano passado com o Galo, que é o atual terceiro colocado, com 65 pontos e já classificado para a fase de grupos da Copa Libertadores.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top