Copa América

Neymar se emociona com marca atingida na Seleção e revela ter ‘opinião diferente’ sobre Copa América

Neymar se emociona com marca atingida na Seleção e revela ter 'opinião diferente' sobre Copa América

A Seleção Brasileira goleou o Peru na noite dessa quinta-feira (17), no Nilton Santos, por 4 a 0 e se isolou na liderança do Grupo A da Copa América, com seis pontos. Autor de um dos gols, Neymar foi o grande nome do jogo. O camisa 10, inclusive, atingiu a marca de 68 gols com a camisa amarelinha e se consolidou como o segundo maior artilheiro da história do Brasil. Ainda no gramado, ao final do jogo, o atacante se emocionou ao falar da marca alcançada pela Seleção Canarinho.

— É óbvio que para mim é uma honra muito grande fazer parte da história da Seleção Brasileira. Para ser bem sincero, o meu sonho era sempre jogar pela Seleção Brasileira, vestir essa camisa, nunca imaginei chegar a esses números. Para mim é até emocionante, porque passei por muita coisa nesses dois anos que são bem complicadas e esses números não são nada perto da felicidade que eu tenho de jogar pelo Brasil, de representar ao meu país, a minha família, que hoje a gente está vivendo um momento muito atípico, muito difícil, não é só aqui e ser espelho para alguém, ser alegria de alguém é uma alegria enorme. Realmente, a história que estou construindo aqui, eu quero que a minha família e meus amigos estejam orgulhosos, espero que todo mundo que goste de futebol esteja orgulhoso de mim, porque esses números não são nada ao que realmente importa que é vestir a camisa da Seleção Brasileira — disse Neymar, emocionado.

Depois disso, Neymar falou sobre as polêmicas envolvendo os jogadores da Seleção Brasileira quanto à organização da Copa América no Brasil. O jogador revelou a dificuldade que os atletas enfrentaram por ter discordâncias sobre o assunto.

— Foi bem complicado, a gente chegou aqui sem saber de muita coisa que estava acontecendo, não sabia se ia ter Copa América, se não iria ter. A gente, desde o começo, respeitou muito as nossas hierarquias, nunca vamos dizer ‘não’ à camisa da Seleção Brasileira. Como há poucos minutos atrás eu estava emocionado por dizer o que representa para mim a Seleção Brasileira. Então, jamais eu vou dizer ‘não’ ao meu país. Acho que discordar de alguma coisa, ter uma opinião diferente do que tem os demais é um respeito pelo outro. Tínhamos a nossa opinião, a gente expressou e hoje estamos aqui defendendo a camisa da Seleção Brasileira. Foi bem complicado, foi difícil, mas a alegria de entrar em campo, de jogar pela Seleção sempre vai existir tanto a mim quanto ao nosso grupo. Estamos contentes de estarmos vencendo, de estarmos representando o nosso futebol aqui — revelou.

A Seleção Brasileira de Neymar volta a campo na próxima quarta-feira (23), às 21h, mais uma vez no estádio Nilton Santos, para enfrentar a segunda colocada Colômbia pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América.

Para ficar informado sobre tudo que acontece com a Seleção Brasileira siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top