Fortaleza

Opinião: com o fim definitivo da era Enderson Moreira, é chegada a hora do progresso e da evolução do Fortaleza

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Na noite desse último sábado (08), no estádio do Raimundão, o Fortaleza enfrentou a equipe do Ferroviário, atual líder do Campeonato Cearense 2021. Em uma partida bem fraca aos olhos dos espectadores, o Leão de Léo Porto e o Tubarão de Francisco Diá saíram de campo empatados em 0x0. Dessa forma, o Ferrão segue na liderança do estadual, com dez pontos somados. Já o Tricolor do Pici, com oito pontos, pode ser ultrapassado pelo Atlético-CE, que, em caso de vitória sobre o Crato, chegaria aos nove.

A partida diante do Ferroviário marcou o fim da era Enderson Moreira no Fortaleza. Apesar do ex-treinador do Fortaleza ter sido demitido há duas semanas, após a eliminação diante do Bahia na Copa do Nordeste 2021, os resquícios do mau trabalho de Enderson (principalmente no quesito “futebol jogado”) perduraram até os dias atuais. Mesmo com Léo Porto no comando técnico do Leão, percebe-se a falta de ideias e de criatividade da equipe dentro dos jogos e a dificuldade do time cearense em fazer jogadas ofensivas e defensivas e, como consequência, de realizar boas partidas. O Fortaleza conta com um elenco que prioriza mais a parte física que a técnica, apesar de contar com bons nomes no elenco. Deixar a montagem da equipe nas mãos de Enderson Moreira foi outro erro do Leão.

No entanto, é chegada a hora do avanço, da evolução e do progresso do Fortaleza na temporada. A contratação do treinador argentino Juan Pablo Vojvoda, que já comandará o Tricolor do Pici em sua próxima partida, pode significar uma virada de chave dentro do Leão, que ainda não conseguiu superar a lacuna deixada por Rogério Ceni desde a sua saída. Vojvoda, que, em sua carreira, coleciona bons trabalhos em equipes com menores condições financeiras (Defensa y Justicia, Talleres e Unión La Calera) chega para mudar a mentalidade de trabalho do time cearense. O técnico terá liberdade para implantar seus bons ideais de jogo, como, por exemplo, o famoso esquema de três zagueiros com laterais avançados, e, além disso, liberdade para indicar contratações, especialmente nos setores em que o Leão mais precisa se reforçar, como nas próprias laterais. Por fim, o treinador argentino também tem fama de cobrar bastante dos seus atletas durante os treinamentos, buscando extrair o máximo de cada um dos seus jogadores.

A contratação de Juan Pablo Vojvoda foi um dos melhores movimentos da diretoria leonina nos últimos meses. Para continuar sua evolução no cenário nacional, iniciada com a chegada de Rogério Ceni em 2017, o Fortaleza precisava de um nome como o do estrangeiro. Um treinador exigente, com ideias de jogo novas e promissoras, com uma mentalidade de trabalho aguçada e bem aceito pela própria torcida pode mudar não só o desempenho leonino dentro de campo, mas, ainda, o clima dentro do Pici. Foi um movimento que pode salvar a temporada de 2021 do Tricolor de Aço, que ainda disputa o Campeonato Cearense, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro Série A. Um movimento que pode salvar o futuro do clube cearense.

1 Comment

1 Comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top