Lutas

Opinião: Porque Charles do Bronx é menosprezado por seus rivais no UFC?

Crédito/UFC

´´Desiste sob pressão e foge quando a coisa fica feia“ essas foram as palavras de Justin Gaethje sobre Charles Oliveira . Mesmo com do Bronx tendo seu mérito por ser campeão dos leves do UFC, vencendo Michael Chandeler um dos maiores leves da atualidade em luta complicada no UFC 262. Muitos lutadores do UFC e fãs fora do Brasil acreditam que do Bronx não é o campeão legitimo. Confira os motivos da desconfiança dos ´´gringos“ com o lutador brasileiro.

Khabib abandona o cinturão do UFC

Pela primeira vez na história do UFC um campeão legitimo abriu mão do cinturão por motivos pessoais. Khabib defendeu o cinturão dos leves contra Justin Gaethje e anunciou sua aposentadoria na sequência. Dana White fez o máximo para que o campeão linear voltasse a ativa, mas o lutador do Daguestão seguiu seu plano original e manteve a aposentadoria. Sagrar-se campeão nessas condições sempre deixou os fãs de MMA confusos, e se Khabib estivesse na ativa Charles seria o campeão do UFC?

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Essa dúvida é o principal norte que tira o crédito de Charles do Bronx internacionalmente, pois Khabib teve seu boom midiático com a rivalidade com Conor e seguiu fazendo defesas de cinturão após a luta entre ambos. Consolidando-se ,como um grande nome da história do MMA mundial. Esse espaço deixado, faz que Charles sofra uma rejeição natural por não ser tão midiático quanto Khabib.

Dustin Poirier renuncia luta do cinturão por money fight com Conor McGregor

Quando Dustin Poirier abriu mão do cinturão do UFC duas vezes para realizar as money fight contra Conor McGregor. Enfraqueceu a corrida do cinturão, já que era um top 3 recusando uma disputa de cinturão que automaticamente tirava o valor de uma disputa de cinturão sem ele. Com o nocaute avassalador do americano na primeira luta, Poirier abriu mão  de participar da disputa de cinturão dando abrindo espaço para luta entre Chandeler e do Bronx.

Essa renuncia de Dustin, fez que os fãs americanos questionassem o verdadeiro potencial do atual campeão dos leves. Muito acham que Justin Gaethje e Dustin Poirier anulariam o jogo do atual campeão . Obvio, que não seria uma luta fácil para os americanos, mas o discurso que é ecoado pelo mundo da luta, é que Charles será brutalizado em qualquer hipótese por Dustin.

Contudo, Charles mostrou seu valor em duas provas de fogo. Dominando completamente Tony Ferguson e nocauteando Micheal Chendeller no segundo Round após um primeiro round emocionante.

Charles está muito tempo no UFC

O grande ´´x“ da questão é que Charles do Bronx está desde os 21 anos no UFC,  vivendo todas as experiências possíveis no cage da organização. O lutador brasileiro emplacou várias sequencias de vitórias, mas sempre esbarrava em algum Top 10 que o superava em momentos diferentes de sua carreira

A maioria dos lutadores citados acima, sempre tiveram carteis regulares. Charles tem um ótimo cartel para quem está mais de dez anos na maior organização de MMA no mundo. Mas ver o desabrochar de um campeão é saber das qualidade e seus defeitos, isso incomoda muita gente que acompanha o evento de perto.

Muitos críticos acreditam que Charles é aquele garoto de 5 anos atrás, tirando o mérito da evolução do campeão do UFC, que tem uma sequência de 9 vitórias seguidas na categoria.

Porém, 2 dos 3 fatores citados nessa opinião serão resolvidos no dia 11 de dezembro, quando Charles do Bronx enfrentar o Dustin Poirier. Uma vitória dominante de Charles, afasta todos os mitos de não ser um campeão relevante. Além de retirar um rival da conquista do cinturão do UFC.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top