Mais Esportes

Rodrigo Capita e Marquinhos Xavier ponderam sobre estreia do Brasil: ‘Não podemos entrar na zona de conforto’

Rodrigo Capita - Copa do Mundo de Futsal
FOTO: THAIS MAGALHÃES/CBF

A Seleção Brasileira de Futsal estreou, nesta segunda-feira (13), com goleada sobre o Vietnã. Foram nove gols – quatro de Ferrão, dois de Dieguinho, um de Rodrigo, um de Pito e um do caçula Leozinho. O capitão Rodrigo e o técnico Marquinhos Xavier falaram sobre a atuação de gala do Brasil na Lituânia, mas sempre com foco no título da Copa do Mundo.

Experiente e líder da Seleção, Rodrigo Capita ficou contente com a ampla vantagem obtida pelo time na primeira partida da competição e analisou o trabalho da equipe do Brasil como o coletivo acima do individual.

SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

– Estreia é estreia, foi muito bom sairmos logo de cara com gol. Deu uma tranquilidade maior para a gente trabalhar. O mais importante é jogar coletivamente, que o individual vai aparecer. Hoje o Ferrão fez quatro gols, amanhã outro vai aparecer. Só tem jogador decisivo aqui, então estamos muito felizes.

+ Rodrigo Capita revela ao ENM expectativa para o Mundial de Futsal e projeta despedida da Seleção: ‘Pode ser meu último ato’

+Duas vezes melhor do mundo, Ferrão acredita em mais um título do Brasil no futsal

Seleção Brasileira de Futsal - Copa do Mundo 2021
Seleção Brasileira de Futsal – Copa do Mundo 2021 – Foto: Thais Magalhães/CBF

Capita, que pode chegar ao 100º gol pela Seleção no campeonato, fez o 99º no jogo de estreia. Entretanto, o fixo não demonstra preocupação com as estatísticas no momento, pois o objetivo é outro.

– Fico feliz pelos números, mas isso vai ser eternizado depois. Se Deus quiser com o título. Agora temos que pensar no coletivo. Se acontecer agora vou ficar muito feliz, mas o foco total é na taça.

O comandante Marquinhos Xavier ficou satisfeito com o trabalho do grupo, mas teve suas reclamações durante a partida. Os nove gols do Brasil não apagaram o único gol dos vietnamitas no confronto, que veio de bola parada e causou irritação no treinador. Marquinhos revelou como o processo da Copa está sendo vivenciado pelo time.

– Estamos muito concentrados na projeção do trabalho e não na perfeição. Sabemos que muitas coisas precisam ser ajustadas e as partidas vão além de dar pontuação e, possivelmente, a classificação para a próxima fase, nos dão a oportunidade para que possamos ajustar algumas situações.

A Seleção Brasileira tem compromisso marcado na próxima quinta-feira (16), às 14h, também em Klaipeda. O adversário é a República Tcheca, e a partida vai ter transmissão da Globo e do SporTV.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top