Campeonato Brasileiro

Opinião: Sem Vina, Ceará faz bom primeiro tempo, mas faltou sorte

Foto: Divulgação

No geral da partida o Ceará foi superior… em tudo! Tá certo que na segunda etapa a equipe caiu de produção – talvez sentindo o cansaço e a ressaca da eliminação para o Fortaleza, pela Copa do Brasil – mas o primeiro tempo foi de amplo domínio alvinegro, como disse Guto Ferreira: ‘Faltou sorte’. E faltou mesmo!

LEIA MAIS | Chapecoense e Ceará fazem jogo fraco e ficam no empate sem gols pelo Brasileirão

O alvinegro veio a campo sem a sua principal estrela: Vina. Que vem vivendo mau momento e acabou sacado da equipe titular contra a Chapecoense. Jorginho entrou em seu lugar e fez um bom primeiro tempo, com muita movimentação e aparecendo bem para o jogo. O Ceará dominou a posse de bola desde o início da partida, com Rick caindo bem pelo lado esquerdo. Inclusive, em um lance que passou por ele, parou no pé de Lima, que chutou na trave, a bola ainda bateu no goleiro e caprichosamente tocou na trave de novo, para o desespero de Guto Ferreira. Um lance realmente de muita falta de sorte!

O primeiro tempo terminou com o Ceará melhor, buscando a velocidade e ameaçando mais ao gol do goleiro Tiepo, que até sua saída de campo – aos 35’ da primeira etapa – era o nome do jogo, salvando a Chapecoense. A equipe da casa só foi assustar já no final, com uma cabeçada de Anselmo Ramon, que passou perto da trave do goleiro Richard. Assim as duas equipes foram para o vestiário sem tirar o zero do placar.

O segundo tempo foi morno, o Ceará tirou o pé do acelerador e viu a Chapecoense igualar as ações em campo. Richard teve mais trabalho, salvando bolas cruciais. Guto Ferreira então resolveu colocar Vina em campo, mas sem grande sucesso. O jogo terminou mesmo empatado e o alvinegro voltou com um ponto importante de Chapecó, como disse Guto em entrevista depois da partida.

Para saber tudo sobre o Ceará, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Rick, Lima e Richard foram os bons nomes do Ceará nessa partida. Os dois primeiros com boas transições, aparecendo bem para o jogo, com Lima quase marcando o gol. E o goleiro Richard, bem seguro em suas defesas. O Ceará volta a campo na quinta-feira (17), contra o Bahia, às 16 horas, no Castelão.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top