Confiança

Técnico do Confiança detona gramado do Batistão: “Acaba nos prejudicando”

Divulgação: AD/Confiança

Daniel Paulista falou tudo sobre o que pensa a respeito do gramado do Batistão. Desde o início do ano, o gramado é alvo de críticas por adversários que enfrentam o Confiança em Aracaju, mas também à própria imprensa sergipana. Sidrack Marinho, ex-árbitro e responsável pela manutenção do estádio garantiu em setembro que os gramado estaria em condições após matar as pragas. O gramado melhorou, mas voltou a ter problemas com uma nova praga. A equipe do Confiança reclama também de não poder treinar no gramado do estádio.

– Isso é uma situação que infelizmente acontece há um bom tempo para o Confiança. A dificuldade de nós pelo menos fazermos uma atividade semanal, uma atividade antes dos jogos em casa, isso daí seria um treinamento a cada 15 dias. Mas infelizmente isso não é possível para nós aqui no Batistão. A gente encontra muita resistência para que isso ocorra, infelizmente num cenário futebolístico tão bom no estado, afirmou Daniel Paulista.

O treinador usou o caso do último jogo para exemplificar a importância de treinar onde se joga, como foi o caso do América-MG, que treinou na Arena Independência no dia anterior, algo que não acontece com o time sergipano ao mandar suas partidas na Arena Batistão.

– Temos o exemplo do América-MG que fez o seu último treino antes da partida contra a gente dentro do seu estádio, o Independência, e sabe da situação do gramado, onde pode tirar benefício durante as partidas. Infelizmente gente vem tendo muita resistência para que isso ocorra aqui, porque isso acaba prejudicando. Mas a gente vem fazendo todos os esforços para que isso não nos atrapalhe, completou o técnico do Confiança.

Finalizando, o técnico ainda criticou o estado do gramado, que se modifica a cada partida do Confiança, mas que sua equipe tenta mesmo assim fazer grandes jogos em casa.

– No nosso estádio a gente não pode fazer uma atividade, a gente nunca sabe como gramado vai estar. Houve jogos que chegamos e o gramado estava alto, em outros mais baixo, em jogos o gramado estava seco, em outros o gramado foi molhado antes da partida. Infelizmente isso acaba nos prejudicando. A gente tenta, a gente insiste em ter pelo menos um atividade de treinamento no nosso campo. A equipe dentro de casa se esforça ao máximo para vencer. Vamos continuar batalhando, tentando mesmo com esses problemas, completou Daniel Paulista.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top