Lutas

UFC Vegas 54: Rakic se lesiona e Jan Blachowicz vence luta principal

Divulgação/Instagram Oficial UFC

Jan Blachowicz se reencontrou com a vitória no UFC. Depois de perder o cinturão dos meio-pesados para Glover Teixeira, o polonês voltou à ação neste sábado (14) para encarar o sérvio Aleksandar Rakic na luta principal do evento deste fim de semana.

Numa luta bastante disputada, Blachowicz derrotou Rakic de uma forma bastante anticlimática: no terceiro round, Rakic lesionou o joelho e a luta foi encerrada prematuramente pela arbitragem com o sérvio sem condições de lutar.

A luta

Logo que a luta começou, o polonês já mostrava um ferimento perto do olho. E Rakic aproveitou o problema do rival para começar indo para cima na trocação, encurtando a distância e mostrando mais disposição para pegar os golpes.

Logo o ex-campeão conseguiu conectar uma sequência respondida com tentativa de queda do sérvio. O primeiro round terminou movimentado e Blachowicz tentava lidar com o sangue decorrente do ferimento no olho para seguir na luta, sendo quedado no começo do segundo round, mas tentando dali um triângulo de mão.

A finalização não funcionou e Rakic foi tentando abrir espaço no ground and pound, usando muito das cotoveladas para tentar barrar a guarda do ex-campeão, que ficou por baixo e mais em postura defensiva, conseguindo sobreviver até o gongo soar. Mas o terceiro round teria o fato que mudou a luta.

O sérvio acabou sentindo o joelho sair do lugar ao andar para trás no octógono, numa cena chocante. Ao perceber a seriedade da lesão de Rakic, a luta foi encerrada pelo árbitro Mark Smith e Blachowicz foi declarado vencedor por nocaute técnico. Uma vitória a qual o polonês não imaginava e talvez nem desejasse ter desta maneira.

LEIA TAMBÉM

+ Nate Diaz tira foto ‘bizarra’ e provoca UFC: ‘Eles não vão me demitir’

A noite dos brasileiros no UFC

Cinco brasileiros subiram ao octógono do UFC Vegas 54. Foram lutas com momentos variados e altos e baixos para os representantes do país no octógono. Mas a maioria saiu dele com a mão erguida e comemorando vitória.

Allan Puro Osso enfrentou Jake Hadley na tentativa de apagar a impressão da estreia com derrota no Ultimate. Foi na base do jiu-jítsu que a luta foi disputada e os admiradores da arte suave no MMA foram presenteados com um duelo acirrado e com os dois buscando chances de finalizar. Ao final, o brasileiro teve o melhor desempenho na visão dos juízes e venceu o combate.

Um knockdown logo no começo da luta foi o ‘sinal de alerta’ para Viviane Araújo em sua luta contra Andrea Lee. Dali em diante, Vivi também mostrou a força de sua luta de solo e um jiu-jítsu de primeira qualidade que quase rendeu por duas vezes a finalização no kata-gatame. Mesmo assim, o domínio da brasileira rendeu-lhe a reabilitação no Ultimate,

O chão também foi o palco da vitória de Virna Jandiroba sobre Angela Hill. A ‘Carcará’ mais uma vez mostrou o porquê ser uma das representantes brasileiras de jiu-jítsu mais afiado dentro do UFC, com boas quedas e não tomando conhecimento da veterana americana. Assim, não esboçou praticamente nenhum segundo de perigo para levar para casa mais uma vitória.

Por outro lado, Amanda Ribas mostrou a força de seu judô diante de Katlyn Chookagian e fazer um duelo equilibrado contra a ex-desafiante ao cinturão dos moscas. Mas a americana soube se defender bem das investidas da brasileira no grappling e até teve bons golpes no final da luta, que acabaram suficientes para lhe dar a vitória na decisão dividida.

Alan Nuguette enfrentou o veteraníssimo Michael Johnson para tentar encerrar uma sequência de três lutas sem vencer no UFC. O brasileiro sofreu pressão no começo da luta, conseguiu equilibrar as ações, mas uma tentativa de soco rodado o fez ser derrubado e não conseguir fugir do domínio por cima do americano. No segundo round, Johnson dominou a trocação e uma série de golpes no momento em que Nuguette tentava reagir selaram a vitória para ‘The Menace’

Resultados UFC Vegas 54 – Blachowicz x Rakic

Card principal

Jan Blachowicz venceu Aleksandar Rakic por nocaute técnico/lesão do rival (1:11 do R3)

Ryan Spann venceu Ion Cutelaba por finalização (2:22 do R1)

Davey Grant venceu Louis Smolka por nocaute (0:49 do R3)

Katlyn Chookagian venceu Amanda Ribas por decisão dividida dos juízes

Manuel Torres venceu Frank Camacho por nocaute técnico (3:27 do R1)

Allan Puro Osso venceu Jake Hadley por decisão unânime dos juízes

Card preliminar

Vivi Araújo venceu Andrea Lee por decisão unânime dos juízes

Michael Johnson venceu Alan Nuguette por nocaute (3:22 do R2)

Virna Jandiroba venceu Angela Hill por decisão unânime dos juízes

Tatsuro Taira venceu Carlos Candelario por decisão unânime dos juízes

Andre Petroski venceu Nick Maximov por finalização (1:16 do R1)

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top