Mais Esportes

Zverev vira para cima de Berrettini e conquista título do Masters de Madrid

Masters de Madrid Alexander Zverev Matteo Berrettini ATP 1000
Foto: Divulgação/Mutua Madrid Open

A grande decisão do Masters de Madrid desta temporada saiu do habituado roteiro, uma vez que Rafael Nadal, detentor de cinco títulos do ATP Masters 1000 da capital espanhola, foi eliminado nas quartas de final. Após bater o “rei do saibro” em sets diretos, Alexander Zverev derrotou Dominic Thiem e venceu de virada (parciais de 6/7, 6/4 e 6/3) a final diante de Matteo Berrettini, da Itália. A disputa pelo título do ATP 1000 foi realizada na tarde deste domingo (9), na quadra Manolo Santana e teve duração de 2h40.

+ Sabalenka encerra sequência de Barty e levanta taça do Masters de Madrid

Caminho até a decisão (Alexander Zverev – Masters de Madrid 2021)

  • 1ª rodada: 2×0 Kei Nishikori;
  • 2ª rodada: 2×0 Daniel Evans;
  • Quartas de final: 2×0 Rafael Nadal;
  • Semifinal: 2×0 Dominic Thiem.

Caminho até a decisão (Matteo Berrettini – Masters de Madrid 2021)

  • 1ª rodada: 2×0 Fabio Fognini;
  • 2ª rodada: 2×0 Federico Delbonis;
  • Quartas de final: 2×1 Cristian Garín;
  • Semifinal: 2×0 Casper Ruud.

O primeiro set da partida foi muito disputado e definido apenas no tie-break. Berrettini saiu na frente ao quebrar o potente saque do alemão no sétimo game do duelo, porém, Zverev se recuperou e deixou tudo igual na decisão do Masters de Madrid. No momento mais decisivo da parcial, o vice-campeão do US Open falhou e permitiu que o rival fizesse cinco pontos consecutivos, ficando a dois pontos do fim do set. Apesar da grande vantagem, o italiano só foi confirmar o tie-break no 10-8, após dupla falta do Sascha.

Frustrado, Alexander Zverev deixou o nível de tênis cair e Matteo Berretini conseguiu impor a agressividade de seu jogo. Mesmo em um momento melhor da partida, o #10 cometeu erros não-forçados e passou a ceder pontos de primeiro serviço, o que só havia ocorrido três vezes na semifinal. Desta maneira, Zverev criou chances de quebra de saque, conseguiu assumir o placar na reta final do segundo set e deixou tudo igual em Madrid.

Com o empate, o cabeça de chave número cinco da competição retomou a confiança e impediu que os slices de Berrettini os irritasse. Durante o quarto game, o estreante dificultou o saque do alemão, mas na hora de confirmar o ponto, afundou a bolinha na rede. Zverev comemorou muito a confirmação do serviço e, logo em seguida, quebrou o adversário e abriu 4/2. Sem permitir um ponto sequer ao Berrettini, o campeão de 2018 ficou a um game do bicampeonato e confirmou o triunfo no 5/3.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top