Lutas

Bellator: ‘MVP’ vence decisão polêmica contra brasileiro e pede trilogia

Divulgação/Facebook Oficial Bellator MMA

Na última sexta-feira (1/10), o Bellator realizou mais um evento, desta vez em Londres (ING). O duelo principal reuniu uma revanche entre o brasileiro Douglas Lima e o inglês Michael ‘Venom’ Page como luta principal.

                 

Se no primeiro duelo, o brasileiro conseguiu uma vitória expressiva sobre um dos ‘queridinhos’ da organização, agora foi ‘MVP’ a vencer a revanche. Mas não sem alguma controvérsia sobre o resultado, que ficou nas mãos dos juízes.

A luta

O começo da luta viu o inglês partir para cima de Douglas e conseguir chegar com bons socos que quase complicaram a vida do brasileiro. Mas o ex-campeão dos meio-médios do Bellator se recuperou nas quedas e conseguiu equilibrar as coisas.

No segundo round, mais uma vez ‘MVP’ foi para cima na trocação e conseguiu o knockdown com uma bela direita, mas que não renderia muito já que o brasileiro conseguiu novamente o poder de suas quedas no começo do terceiro round e trabalhar bem a luta no solo.

LEIA MAIS

+ Thiago Marreta refuta pressão por série negativa no UFC: ‘Não coloco isso como peso nas costas’

+ Johnny Walker diz ‘querer o inferno’ em duelo contra Thiago Marreta

Assim se passou boa parte da luta, com o inglês apostando na trocação e o brasileiro levando o duelo para o chão quando teve as chances. O equilíbrio da luta acabou levando para os jurados, que deram a vitória ao inglês na decisão dividida e com certa polêmica pelo disputado primeiro round.

– Eu queria o nocaute, mas o Douglas é um cara durão. Não foi à toa que ele é o campeão. Mesmo quando meus golpes pegavam fortes nele, ele sobrevivia – disse Page, que afirmou que deseja fazer a trilogia com o brasileiro se assim o Bellator desejar.

– De verdade, acho que irei buscar mais uma luta com ele. Vamos agora com cinco rounds. Por que não? Porque, se ao final do terceiro, acontecesse de novo, eu teria mais dois rounds para vencer. Sinto que falo com as pessoas e elas não entendem, mas não me importo com o cinturão. Quem se importa? Quantos caras tem cinturões e são tão populares como eu? Para mim, não significa nada – completou o inglês.

Ainda houve um outro lutador brasileiro a se apresentar no Bellator, o estreante Jair Júnior, que enfrentou o tadjique Kurshed Kakhorov e venceu na decisão unânime dos juízes.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo