Corinthians

Depois de jogo pelo Aspirantes, Léo Santos pode recuperar espaço no Corinthians com saída de Bruno Méndez

Léo Santos atuando pelo COrinthians no Brasileirão de Aspirantes
Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Léo Santos vive uma história de superação em sua carreira profissional. Depois de subir para o time profissional do Corinthians com apenas 17 anos em 2016, o jovem zagueiro passou por empréstimos e pelo processo natural de amadurecimento dentro do Timão, porém, seu desenvolvimento foi interrompido por uma sequência de lesões.

Ainda emprestado ao Fluminense, em 2019, o atleta foi submetido à cirurgia para tratar de uma tendinite patelar. Esse tratamento deu início a um drama em sua carreira e Léo Santos teve que passar por mais dois procedimentos cirúrgicos antes de retornar aos gramados mais de dois anos após a primeira lesão.

Na partida contra o Ituano, válida pelo Paulistão 2021, o zagueiro voltou a atuar e passou a ficar à disposição do treinador, à época, Vagner Mancini. Porém, Léo teve que enfrentar um novo desafio: a concorrência na posição.

Por contar com Gil e Jemerson, atletas com carreiras consolidadas, e João Victor e Raul Gustavo, que durante a disputa do estadual ganharam destaque, o elenco corinthiano sempre dispôs de diferentes nomes para formar o sistema defensivo, sem margem para que o camisa 13 alvinegro pudesse mostrar serviço, a não ser em outras duas oportunidades, nas partidas contra o Santos e Grêmio Novorizontino, também pelo Paulistão.

Assim, o zagueiro passou a figurar apenas em algumas listas de relacionados, sem entrar nos jogos, e, mesmo com a chegada de Sylvinho, não teve sua condição de sexta opção entre os zagueiros alterada.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no Instagram, Twitter e Facebook.

Léo Santos retornado aos gramados na vitória contra o Ituano por 2 a 0, pelo Paulistão 2021, depois de mais de dois anos parado conta de uma série de lesões – Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Novo começo

Apesar de todos esses percalços, na última quinta-feira (17), Léo Santos mostrou disposição para tentar mudar esse panorama. Por estar dentro do limite de idade permitido para a disputa do Brasileirão de Aspirantes, o zagueiro se colocou à disposição do técnico da equipe sub-23, o ex-jogador e ídolo corinthiano Danilo, para enfrentar o Red Bull Brasil, pela 2ª rodada da competição.

De imediato, o atleta foi relacionado e atuou os 90 minutos do empate em 0 a 0. Depois da partida, Léo declarou estar feliz por voltar a atuar em um jogo completo e admitiu o pedido para jogar uma categoria abaixo para manter a forma física.

Logo após essa oportunidade para voltar a atuar, uma movimentação no elenco alvinegro pode ajudar o zagueiro a retomar as chances de jogar entre os profissionais do Timão.

Por estar envolvido em uma negociação de empréstimo até o final de 2021 para o Internacional, Bruno Méndez foi poupado dos trabalhos no campo nesta última terça-feira (22) e deve se despedir em breve dos companheiros pelo menos até o final da temporada. Outro que pode estar de saída do Timão é Jemerson, que tem contrato vigente apenas até junho de 2021 e vive indefinição sobre sua permanência no grupo.

Sylvinho ainda deve contar com o retorno de Danilo Avelar em julho, após o jogador finalizar a recuperação do rompimento de ligamento do joelho, na mesma posição de Léo Santos, mas as saídas no sistema defensivo dão margem para que o camisa 13 mostre serviço, uma vez que o atleta já demonstrou ter resiliência para superar os muitos desafios que já marcaram sua curta carreira no futebol.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top