Conmebol Libertadores

Flamengo x Palmeiras: Final da Libertadores terá ingressos por mais de mil reais

Estádio Centenário visto de cima e sendo reformado
Foto: Divulgação/ Conmebol

A final da Copa Libertadores entre Flamengo e Palmeiras ocorrerá no dia 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai. Entretanto, com muitas passagens já compradas e pacotes de viagens fechados, os preços dos ingressos ainda não foram definidos. O colunista Marcelo Rizzo publicou na UOL que há uma estimativa de que os valores ultrapassem a casa dos mil reais.

Para saber tudo do Flamengo, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebook e YouTube!

De acordo com a publicação, a Conmebol, responsável por organizar o campeonato, pretende estipular o valor de US$ 250 – cerca de 1,36 mil reais na cotação atual. Valor muito diferente da última final com público, em 2019, entre Flamengo e River Plate. Na época, o ingresso custou US$ 80 – cerca de R$ 340 na época e R$ 435 na cotação atual.

+ Andreas Pereira e Flamengo são absolvidos, por unanimidade, no STJD

+ CBF permitirá torcidas visitantes no Brasileirão e próximo Fla-Flu já é visado

Ainda haverá uma reunião entre as diretorias de Palmeiras e Flamengo com a confederação para definir a logística de distribuição dos ingressos e as prioridades de venda, como sócios torcedores. Nessa reunião, os clubes provavelmente pedirão para a redução dos preços dos ingressos da final da Libertadores, mas com a pandemia e o alto custo para a organização do evento, será difícil ter uma mudança alta.

+Pogba comenta sobre golaço de falta de Andreas e ‘cobra’ camisa do Flamengo

Para o evento, o governo uruguaio já liberou 50% do Estádio Centenário para lotação. Esses 50% serão divididos entre imprensa, convidados, alguns torcedores uruguaios e as torcidas dos clubes finalistas. Para tanto, a divisão dos ingressos da Libertadores ocorrerá de forma igual entre Flamengo e Palmeiras: 7,5 mil ingressos para cada. Ainda há expectativa da liberação de 100% da capacidade do estádio.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top