Especial

Províncias trabalham por volta do futebol na Argentina: ‘Temos condições de receber esses jogos’

(Foto: Diego Haliasz / Prensa River)

Na última semana, uma declaração do ministro do esporte e turismo da Argentina Matías Lammens, fez surgir uma grande questão envolvendo o futebol argentino. Lammens, em entrevista a rádio Metro 951, disse que uma possibilidade para o torneio local voltar, era transferir os jogos para províncias com baixo número de casos de coronavírus. Dentre essas províncias, estão as localizadas mais ao norte, como Jujuy e Salta. Com isso, o Esporte News Mundo procurou Hugo Flores, secretário de esportes da cidade de Jujuy, para questionamentos sobre o futuro do futebol argentino. Em entrevista exclusiva, ele confirmou que a cidade está pronta para receber os jogos.

“Isso não depende só de nós, há que ter uma decisão da AFA, é o principal. Entretanto nós temos condições de receber esses jogos, o governador está trabalhando para essa possibilidade. Mas tudo isso ainda é só um projeto – afirmou o secretário, completando:

“Estamos avaliando disponibilidade de hotéis, espaços de treinamento, estádios para os jogos, e também os protocolos que todos devem cumprir para poder entrar na província, ou seja, ter cumprido a quarentena e uma série de outros requisitos.”

O ENM também entrou em contato com Nicólas Kripper, secretário de prevenção cidadã, de Salta. Para Kripper, é possível a província receber partidas, desde que seja cumprido todos os protocolos de saúde.

“Após as declarações do ministro do esporte, nós avançamos um pouco em relação a isso até o momento. Nós, do governo da cidade de Salta, nos manifestamos, que com uma prévia revisão dos protocolos sanitários, será possível permitir a vinda de equipes para jogar o campeonato. Mas logo após a partida, teriam que se retirar de nossa cidade, sem ultrapassar uma permanência de mais de 24h. O jogo aconteceria sem público e a noite, uma vez que pela manhã acontece a atividade bancária e de administração pública, e a tarde é destinado ao comércio”, declarou para a reportagem.

Até esta data, a Argentina registrou 9.270 casos e 403 mortes. As províncias de Jujuy e Salta são algumas das menos afetadas, com 5 casos e 0 morte.

3 Comments

3 Comments

  1. Pingback: Pé de maconha nasce em cimento de arquibancada na Argentina

  2. Pingback: AFA faz campanha para doação de plasma em troca de camisas de times

  3. Pingback: Tevez se posiciona contra a volta do futebol: "É difícil voltar enquanto os hospitais estão colapsados"

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top