Internacional

Próximo presidente do Internacional começa a ser decidido no Conselho Deliberativo

Arte/Internacional

A eleição, para presidente do Internacional, começa nesta quinta-feira (26). O próximo mandatário, que assumirá o clube para as temporadas 2021, 2022 e 2023, terá que superar duas etapas para chegar no poder. A primeira, exclusiva no Conselho Deliberativo e, a segunda, para decisão dos sócios, através de votação online.

Na primeira parte da eleição, para decidir o próximo presidente do Inter, 340 conselheiros do clube escolherão entre quatro concorrentes. Com voto secreto, o Conselho Deliberativo elegerá dois deles para irem a voto popular. Atualmente, estão no páreo: Guinther Spode, do Movimento Inter Grande, José Aquino Flôres de Camargo, da chapa Reage Inter, Cristiano Pilla, do Povo do Clube e Alessandro Barcellos, do grupo O Inter Pode Mais.

A reunião, que dará início a solenidade da eleição, está marcada para começar às 19h. Nela, em um primeiro momento, os candidatos à presidência do Internacional terão a oportunidade de falar, em chamada com os outros conselheiros, as propostas e projetos que deseja realizar, caso escolhido como próximo mandatário do clube gaúcho. A partir das declarações, que devem durar no máximo 45 minutos, estará oficialmente aberta a votação. O prazo máximo, para o voto dos conselheiros, é até sexta-feira (27), às 17h. E, por ser online, no momento em que encerrar o primeiro turno, em uma hora já se saberá os dois candidatos que irão a voto popular. Então, a torcida descobrirá os nomes, em quem poderá votar, para escolher o próximo presidente no dia 15 de dezembro, também exclusivamente pela internet.

Os candidatos à próximo presidente do Internacional

Cristiano Pilla (O Povo do Clube), José Aquino Flôres de Camargo (Reage Inter), Guinther Spode (Movimento Inter Grande) e Alessandro Barcellos (O Inter Pode Mais) são os candidatos à presidência do Internacional. Dentre eles, os dois primeiros encontraram espaços na agenda e conversaram com o Esporte News Mundo. Os planos de gestão, para o próximo triênio 2021-2023, foram comentados pelos candidatos.

O primeiro a falar, com a equipe do Esporte News Mundo, foi Cristiano Pilla, do grupo O Povo do Clube (Chapa 04). O candidato fez diversas observações sobre transparência e aproximação com a torcida, além de ressaltar a importância da construção do Centro de Treinamentos de Guaíba, visando melhorar as categorias de base. Além disso, ele ressaltou que deseja trazer as Gurias Coloradas para dentro das áreas controladas pelo Inter, já no próximo ano.

José Aquino Flôres de Camargo, do grupo Reage Inter (Chapa 03), foi por um caminho parecido, em relação a base. O candidato se posicionou favorável a construção do CT de Guaíba e prometeu montar um grupo de gestão profissional para decidir o futuro do clube, no próximo triênio. Ele ainda defendeu, com veemência, a segurança que o voto secreto do conselho traz, respondendo sobre as polêmicas, que aconteciam nas redes sociais, cobrando transparência.

O Esporte News Mundo segue tentando entrevistar Alessandro Barcellos (O Inter Pode Mais) e Guinther Spode (Movimento Inter Grande). Porém, com dificuldades na agenda, os candidatos ainda não retornaram uma data em que poderiam apresentar os planos de gestão para o próximo triênio.

Confira, na íntegra, as entrevistas do Esporte News Mundo com Cristiano Pilla e José Aquino:

Para saber tudo das eleições do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top